Radar InfoMoney

Dados de produção da Aura Minerals e propostas por polo da Petrobras; Embraer e mais notícias

Confira os destaques do noticiário corporativo na sessão desta quarta-feira (13)

Aura Minerals (Divulgação/Aura Minerals)

SÃO PAULO – Na volta do feriado, o noticiário corporativo desta quarta-feira (13) tem como destaque os dados de produção da Aura, os anúncios da Embraer na edição 2021 da convenção e exposição da National Business Aviation Association (NBAA), a aquisição feita pelo Hospital Care Caledonia, entre outros destaques. Confira no que ficar de olho:

Minério de ferro

O minério de ferro ampliou as perdas com a percepção de que o recente aumento da demanda de siderúrgicas não será sustentado devido às medidas da China para limitar a produção de aço até o próximo ano.

Os futuros em Singapura caíram quase 10% em dois dias depois de subir 50% em apenas três semanas, refletindo a maior demanda de usinas chinesas que buscaram garantir suprimentos em meio ao feriado de uma semana no país asiático. Investidores voltam a ter como foco um cenário incerto diante das crescentes pressões da China para reduzir a produção de siderúrgicas.

Em novas medidas para garantir um ar mais limpo, usinas nas regiões do norte da China devem cortar a produção de aço bruto em pelo menos 30% na comparação anual entre 1º de janeiro e 15 de março, informou o Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação em comunicado. Também devem cumprir as metas existentes de menor produção nas províncias para o resto deste ano, segundo o ministério.

Embraer (EMBR3)

A Embraer anunciou na edição 2021 da convenção e exposição da National Business Aviation Association (NBAA), que o Centro de Serviços de Jatos Executivos em Fort Lauderdale, na Flórida, EUA, foi certificado como Centro de Instalação Aeroespacial Collins BE (Collins BE Aerospace Completion Center) para estofamento e assentos de aeronaves já em operação.

Em nota à imprensa, a empresa informa que as atualizações estão disponíveis para os jatos executivos Legacy 450, Legacy 500, Praetor 500 e Praetor 600.

Petrobras (PETR3;PETR4), PetroRecôncavo (RECV3) e 3R (RRRP3)

Um consórcio liderado pela companhia Aguila Energia apresentou a melhor proposta para a compra do Polo Bahia Terra da Petrobras, em valor superior a US$ 1,5 bilhão, afirmaram duas fontes com conhecimento do tema à Reuters na segunda-feira.

Na concorrência, o consórcio formado pela Aguila Energia – companhia fundada por ex-executivos da PetroRio (PRIO3) – juntamente com a Infra bateu propostas feitas por PetroRecôncavo, 3R e Seacrest/Eneva, segundo as fontes. Após ser selecionado por apresentar a melhor proposta, pela Petrobras, o consórcio segue para uma fase de negociações com a petroleira estatal.

Ainda em destaque, a Petrobras informou que divulgará o seu Relatório de Produção e Vendas do terceiro trimestre de 2021, no dia 20 de outubro, e o seu Relatório de Desempenho Financeiro do período no dia 28 de outubro, ambos após o fechamento dos mercados.

PUBLICIDADE

No dia 29 de outubro de 2021 serão realizados dois webcasts, o primeiro em português e o segundo em inglês, para apresentar os resultados da companhia referentes ao terceiro trimestre de 2021.

Aura Minerals (AURA33)

A Aura Minerals registrou uma alta de 7% de onças produzidas de ouro (GEO) da Aura Minerals no terceiro trimestre de 2021 ante igual período do ano passado, segundo prévia operacional, mas com uma queda de 2% em relação ao segundo trimestre.

A produção mais baixa na base trimestral está relacionada principalmente a interrupção operacional ilegal na mina de San Andres durante o mês de julho, informou a empresa.

A XP destaca que, apesar do volume produzido abaixo na comparação trimestral, a companhia tem capacidade de entregar um resultado no quarto trimestre ainda mais forte e mostra robustez no crescimento. O analista Thales Carmo mantém recomendação de compra, com preço-alvo de R$ 95 por BDR da empresa.

O Credit também mantém sua avaliação outperform para a Aura, por avaliar que ela possui uma história de crescimento e dividendos, por conta de seu potencial significativo de crescimento. Em 2020, a empresa produziu 200 mil onças de ouro equivalente, e o banco estima que ela chegue a 353 mil onças em 2024, mantendo ainda assim um fluxo livre de caixa (FCF em inglês) positivo. O rendimento médio é estimado em 15% para o período entre 2022 e 2024, considerando os preços atuais do ouro, e, consequentemente, um potencial médio de rendimento de 4%, segundo estimativas para o período entre 2021 e 2024. O preço-alvo é de R$ 83.

Hospital Care Caledonia (HCAR3)

O Hospital Care Caledonia anunciou ter comprado até 60% das ações do Hospital Policlínica Cascavel, no Paraná por um valor não informado. A unidade tem 130 leitos, mais de 340 profissionais e está em expansão. Segundo o Care Caledonia, a Policlínica Cascavel é referência na região pelas atividades médicas e hospitalares de alta complexidade.

XP (XPBR31)

Com uma captação líquida equivalente a R$ 16 bilhões por mês – ou de R$ 47 bilhões no terceiro trimestre de 2021, quando ajustada por transferências de custódias concentradas – a XP Inc. atingiu um valor total de Ativos Sob Custódia (Assets Under Custody, ou AUC) de R$789 bilhões em 30 de setembro.

A captação superou os R$ 45 bilhões contabilizados no segundo trimestre do ano, refletindo uma performance forte tanto da rede de agentes autônomos quanto dos canais diretos, detalhou a empresa em comunicado distribuído ao mercado na segunda com sua prévia operacional no terceiro trimestre.

PUBLICIDADE

Os AUC tiveram crescimento de 40% na comparação ano contra ano e um recuo de 3% na comparação com o segundo trimestre, refletindo “uma captação líquida de R$ 219 bilhões e uma valorização de mercado de apenas R$7 bilhões, fortemente impactada por uma desvalorização do mercado no terceiro trimestre de 2021”.

Fintechs

O noticiário sobre as fintechs segue no radar. Na véspera, as ações da PagSeguro subiram 14,18% na Nasdaq, para US$ 36,96, após dois dias de forte baixa. Na segunda, os ativos caíram 11,5% após uma baixa de 19% na sexta, tendo no radar a notícia de que o Banco Central abriu uma consulta pública para colocar um limite de 0,5% na tarifa de intercâmbio (TIC) cobrada em transações com cartões pré-pago. A PagSeguro é a companhia brasileira listada que tem a maior parte de sua receita exposta a essa tarifa.

A PagSeguro enviou uma nota comentando sobre possíveis mudanças regulatórias relacionadas às taxas de intercâmbio de cartões pré-pagos que podem ter um impacto negativo nas receitas do PagBank. A empresa referiu que vê a continuidade da agenda do BC para fomentar a concorrência como positiva e uma oportunidade, passando a mensagem de que os cartões de pré-pago são apenas um dos vários produtos que fazem parte da sua estratégia.

“Congratulamo-nos com o otimismo da empresa sobre as oportunidades do PagBank no futuro, embora acreditemos que sua monetização pode exigir maior tomada de risco pela empresa com produtos de crédito e / ou outros produtos financeiros que exigem custos mais elevados de aquisição / engajamento de clientes, para compensar o impacto potencial de curto prazo relacionado às receitas de cartões pré-pagos”, avalia o BBI.

Ambipar (AMBP3)

A Ambipar Participações e Empreendimentos informou a aquisição, através de sua controlada integral Environmental ESG Participações, do controle acionário da Brasil Coleta Gerenciamento de Resíduos, por meio da celebração do Contrato de Compra e Venda de Ações.

“Há mais de 24 anos no mercado de Gerenciamento de Resíduos, a Brasil Coleta tem em seu DNA a especialização em captação, valorização e comercialização de Resíduos Industriais e Materiais Recicláveis, incluindo a logística reversa. Suas plantas industriais, localizadas nos estados de São Paulo e Amazonas, são projetadas para processamento de grandes volumes, possibilitando redução substancial de custos logísticos e operacionais”, aponta o comunicado.

A Brasil Coleta neste momento se torna Ambipar Environmental Brasil Coleta PostIndustrial Waste Repurposing S/A, consistente com a estratégia da Companhia. A partir deste investimento a Brasil Coleta passa a ter acesso a resíduos em escala nacional e se integra a cadeia verticalizada de valorização de resíduos, destacou a Ambipar.

A companhia afirmou que esta aquisição não será submetida à aprovação dos seus acionistas, tampouco ensejará direito de recesso, tendo em vista que: (i) foi realizada por meio de sua subsidiária, de capital fechado; e (ii) o preço pago pela aquisição não ultrapassa uma vez e meia o maior dos três valores previstos no artigo 256, II da Lei no 6.404/76.

Caixa Seguridade (CXSE3) e BB Seguridade (BBSE3)

PUBLICIDADE

O Credit revisou suas previsões sobre seguradores no Brasil. O banco diz que vê bons motivos para reiterar sua avaliação outperform (perspectiva de valorização acima da média do mercado) para Caixa Seguridade e BB Seguridade, por conta de uma combinação de um ciclo forte de rendimento, valorações próximas a níveis historicamente baixos, valores descontados e perspectiva de forte crescimento com base nos preços-alvo revisados.

Em 2022, o Credit espera crescimento de 65% para a Caixa Seguridade e de 28% para o BB Seguridade que, em sua avaliação, devem se beneficiar de uma taxa de perda menor, em especial em segmentos ligados à vida, além de um crescimento saudável do prêmio. A Caixa Seguridade deve se beneficiar de uma economia melhor entre subsidiárias de seguros e contribuição maior do negócio Caixa Corretora.

O Credit Suisse reduziu o preço-alvo do BB Seguridade de R$ 34 para R$ 27,5, frente à cotação de terça de R$ 20,42, e reduziu o da Caixa Seguridade de R$ 15 para R$ 12,5, frente à cotação de terça de R$ 8,09. O Credit também diz avaliar que há uma perspectiva atrativa de rendimento, de 13% para o BB Seguridade e de 14% para a Caixa.

Cosan (CSAN3) e Raízen (RAIZ4)

Os analistas do BBI retomaram a a cobertura para Cosan com recomendação de compra e preço-alvo para 2022 de R$ 33 por ação, destacando a ampla presença em descarbonização global e transição energética no Brasil.

“A tese da Cosan está altamente exposta aos temas de: (i) descarbonização global, (ii) transição da matriz energética do Brasil para o gás natural, e (iii) desgargalamento geral da infraestrutura do Brasil”, apontam os analistas, destacando preferirem o papel ao da Raízen.

“Embora o desconto SOTP (soma das partes) para a holding seja de 13% (perto do que consideramos justo), a Compass –  empresa do Grupo Cosan, que atua e investe em quatro segmentos de negócios, se estabelecendo como uma plataforma
complementar de atividades para explorar as oportunidades do setor de gás natual e energia no Brasil – fornece gatilhos de curto prazo com uma nova rodada potencial de colocações privadas que podem elevar o valor do ativo”, avaliam os analistas.

(Com Bloomberg, Reuters e Estadão Conteúdo)

Analista da Clear apresenta plano detalhado para começar a construir uma renda diária utilizando a Bolsa de Valores. Inscreva-se grátis.