Prévia operacional

XP: captação líquida soma R$ 47 bilhões no trimestre; carteira de crédito cresce 122% em 2021

Ativos sob custódia atingiram R$ 789 bilhões, crescimento de 40% na comparação ano contra ano e recuo de 3% na comparação com o segundo trimestre

xp-bdr-estreia-b3
BDR XP estreia na B3 – Crédito: Cauê Diniz

SÃO PAULO – Com uma captação líquida equivalente a R$ 16 bilhões por mês – ou de R$ 47 bilhões no terceiro trimestre de 2021, quando ajustada por transferências de custódias concentradas – a XP Inc. atingiu um valor total de Ativos Sob Custódia (Assets Under Custody, ou AUC) de R$789 bilhões em 30 de setembro.

A captação superou os R$ 45 bilhões contabilizados no segundo trimestre do ano, refletindo uma performance forte tanto da rede de agentes autônomos quanto dos canais diretos, detalhou a empresa em comunicado distribuído ao mercado nesta segunda-feira (11) com sua prévia operacional no terceiro trimestre.

Os AUC tiveram crescimento de 40% na comparação ano contra ano e um recuo de 3% na comparação com o segundo trimestre, refletindo “uma captação líquida de R$ 219 bilhões e uma valorização de mercado de apenas R$7 bilhões, fortemente impactada por uma desvalorização do mercado no terceiro trimestre de 2021”.

A base de clientes ativos da XP cresceu 25% no terceiro trimestre, em relação ao mesmo período do ano passado. O avanço em relação ao segundo trimestre de 2021 foi de 5%. A média mensal de adições de clientes se manteve estável no último trimestre: foram 52.000, ante 49.000 no segundo trimestre.

“Apesar do cenário mais desafiador, com taxas de juros subindo no Brasil, esperamos continuar vendo um crescimento saudável em nossos principais KPIs, por conta de nosso modelo de negócios diversificado e de uma indústria financeira ainda altamente concentrada no Brasil”, disse Bruno Constantino, CFO da XP Inc.

Um total de 1.188 agentes autônomos foram incluídos à rede da XP no terceiro trimestre, um crescimento de 30% em relação ao mesmo período do ano passado. Já a média de negociações diárias no varejo (DAT, na sigla em inglês) foi de 2,6 milhões no trimestre, relativamente na comparação anual e com o trimestre anterior.

Carteira de crédito

A carteira de crédito do Banco XP atingiu R$8,6 bilhões em 30 de setembro, registrando um aumento de 122% desde o início do ano. O duration da carteira é de 3,3 anos, com zero inadimplência superior a 90 dias.

A XP também atingiu R$ 3,3 bilhões de TPV (Total Purchased Value, da sigla em inglês) de cartões de crédito no trimestre, um crescimento de 55% comparado ao segundo trimestre.

“Apesar de estarmos em um estágio inicial em nossas iniciativas relacionadas ao Banco XP, crédito colateralizado e cartão de crédito, os dados indicam um alto potencial de cross sell dentro de nossa plataforma”, disse Thiago Maffra, CEO da XP Inc. “Nossa meta é aumentar o engajamento dentro da atual base de clientes, oferecendo uma experiência completa e integrada, e assim melhorando nosso relacionamento de longo prazo com nossos clientes”.

PUBLICIDADE

O grupo atingiu NPS de 77 pontos em setembro de 2021, ante 76 pontos em junho. Sigla em inglês para “Net Promoter Score“, a metodologia mede a disposição dos clientes em recomendar produtos e serviços de uma empresa. O cálculo reflete a média das respostas nos seis meses anteriores.

As informações apresentadas são preliminares, não auditadas e estão sujeitas a revisão. A XP vai comunicar ao mercado seus resultados financeiros completos do terceiro trimestre de 2021 no dia 3 de novembro, após fechamento de mercado.

Invista nos melhores produtos com a ajuda da melhor assessoria: abra uma conta gratuita na XP!