Criptos hoje

Bitcoin recupera os US$ 20 mil após bater mínima de 2017; Ethereum sobe 13% e altcoins avançam

Após fim de semana de fortes perdas, mercado de criptomoedas inicia a segunda-feira em recuperação

Por  Rodrigo Tolotti, CoinDesk -

O Bitcoin (BTC) sobe forte na manhã desta segunda-feira (20), em um dia de recuperação após perder o patamar de US$ 20 mil durante o fim de semana e chegar a bater seu menor patamar desde dezembro de 2017, em torno de US$ 17.800.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

O Ethereum (ETH), a segunda maior criptomoeda em valor de mercado, segue um padrão de preço semelhante, caindo para uma mínima de quase cinco anos abaixo de US$ 1.000 durante o fim de semana antes de iniciar uma recuperação. Nesta manhã, a cripto operava em torno de US$ 1.120, uma alta de mais de 13% em relação ao dia anterior.

“Tínhamos marcado as faixas de US$ 19 mil até US$ 20 mil e de US$ 16 mil até US$ 17 mil como áreas de interesse, e o Bitcoin disparou desta última”, disse Joe DiPasquale, CEO da gestora de fundos de criptomoedas BitBull, ao CoinDesk. “No entanto, a menos que mantenha com sucesso os US$ 20 mil com grandes volumes e trades, não esperamos que o rali continue”.

Os investidores continuam preocupados com a alta inflação, que atingiu a máxima de 40 anos em maio, as contínuas consequências econômicas da invasão da Ucrânia pela Rússia e a crescente probabilidade de uma recessão global.

Na quarta-feira passada, o Federal Reserve, como é conhecido o banco central dos Estados Unidos, elevou as taxas de juros em 75 pontos-base, no maior movimento de alta em mais de 25 anos, para tentar conter o aumento dos preços. Outros bancos centrais também aumentaram recentemente as taxas em meio a aumentos contínuos nos preços da energia.

Enquanto isso, os mercados de criptomoedas também tiveram que digerir uma série de desastres que se estenderam até o início de maio, quando a stablecoin TerraUSD (UST) entrou em colapso.

Na semana passada, a plataforma de empréstimo de criptomoedas Celsius anunciou que estava interrompendo saques e o fundo de hedge de criptomoedas Three Arrows Capital está enfrentando uma possível insolvência após sofrer com pelo menos US$ 400 milhões em liquidações.

A Coinbase e várias outras grandes exchanges de ativos digitais também anunciaram cortes acentuados de empregos. O Índice de Medo e Ganância permanece em território de medo extremo há semanas e agora está em 6, perto de seu menor nível histórico em uma escala de zero a 100.

DiPasquale, da BitBull, espera volatilidade nos preços das criptomoedas nos próximos dias por causa do vencimento de opções, mas acrescentou que “a tendência macro provavelmente permanecerá baixa até vermos o Federal Reserve mudando ou pelo menos relaxando sua posição na reunião do FOMC de julho”.

  • Assista: O que aconteceu com o Bitcoin e o que esperar para o preço da criptomoeda

Confira o desempenho das principais criptomoedas às 7h05:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Bitcoin (BTC)US$ 20.611,44+8,33%
Ethereum (ETH)US$ 1.122,74+13,05%
Binance Coin (BNB)US$ 211,98+6,43%
Cardano (ADA)US$ 0,4918+7,85%
XRP (XRP)US$ 0,3233+4,95%

As criptomoedas com as maiores altas nas últimas 24 horas:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Synthetix (SNX)US$ 2,81+75,03%
Maker (MKR)US$ 932,76+23,62%
Stepn (GMT)US$ 0,7573+22,92%
Elrond (EGLD)US$ 55,11+20,64%
Aave (AAVE)US$ 58,53+20,15%

As criptomoedas com as maiores quedas nas últimas 24 horas:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Tron (TRX)US$ 0,0607-0,45%

Confira como fecharam os ETFs de criptomoedas no último pregão:

ETFPreçoVariação
Hashdex NCI (HASH11)R$ 17,60-2,49%
Hashdex BTCN (BITH11)R$ 24,90-6,03%
Hashdex Ethereum (ETHE11)R$ 16,41-11,05%
Hashdex DeFi (DEFI11)R$ 14,61-8,11%
Hashdex Smart Contract Plataform FI (WEB311)R$ 16,17-4,30%
QR Bitcoin (QBTC11)R$ 6,60-4,76%
QR Ether (QETH11)R$ 4,03-8,82%
QR DeFi (QDFI11)R$ 2,87+5,90%

Veja as principais notícias do mercado cripto desta segunda-feira (20):

Terraform Labs e empresas de venture capital são processadas por enganar investidores

Um morador do estado de Illinois, nos EUA, processou a Terraform Labs, seu fundador Do Kwon e várias empresas de venture capital (VC) que compõem o Luna Foundation Guard (LFG) por alegações de que os réus violaram as leis federais de valores mobiliários e enganaram os investidores.

Nick Patterson entrou com uma ação buscando o status de ação coletiva na sexta-feira no Distrito Norte da Califórnia, na esperança de recuperar perdas e quaisquer taxas liminares ou punitivas de um julgamento com júri.

Patterson alegou violações da lei estadual e federal da Califórnia contra os réus.

Ele afirma que os “Terra Tokens” (um termo genérico para UST, LUNA e outros tokens no ecossistema) se assemelhavam a títulos, mesmo que os investidores não pudessem reconhecê-los como tal, apontando para como a Terraform Labs e os VCs por trás do LFG venderam o projeto.

Especialista em Web3 da casa de leilões Christie’s vai para a Yuga Labs

Depois de adquirir o cobiçado projeto de token não fungível (NFT) CryptoPunks em março, o Yuga Labs está trazendo Noah Davis, uma parte fundamental da equipe NFT na casa de leilões Christie’s, para ser o líder da marca.

Davis anunciou a mudança em uma postagem no Twitter no domingo, eliminando quaisquer preocupações de que o futuro dos Punks seguiria um caminho semelhante ao do Bored Ape Yacht Club.

“Se você é um detentor do Punk e se preocupa com o legado/futuro da marca, quero falar com você”, disse Davis na postagem. “Estarei no Punks Brunch durante o NFT NYC e começarei a agendar reuniões imediatamente. Onde quer que os Punks vão, a comunidade ajudará a nos guiar”.

Protocolo DeFi Solend aprova votação de governança para reverter “poderes de emergência”

Solend, um protocolo de empréstimo baseado em Solana, aprovou a proposta de governança SLND2 que invalida uma controversa proposta de “poder de emergência” anunciada no domingo. Isso dará tempo à equipe para tomar medidas menos drásticas em uma grande liquidação na cadeia.

A carteira anônima que está no centro da crise depositou 95% de todo o pool SOL da Solend e representou 88% dos empréstimos do USDC. Mas o maior usuário do Solend chegou perigosamente perto de uma chamada de margem massiva após a queda dos preços. Se a SOL atingisse US$ 22,30, o protocolo liquidaria automaticamente até 20% da garantia da baleia (como são chamados os investidores com grandes quantidades de um ativo).

A proposta SLND2, além de invalidar a proposta anterior, também aumenta o tempo de votação da governança para um dia.

A SLND2 recebeu 1.480.264 votos “sim” e 3.535 votos “não”, com uma maioria de 99,8%. Uma carteira pagou US$ 700.000 por poder de voto adicional, totalizando 90% dos votos.

A equipe da Solend agora “trabalhará em uma nova proposta que não envolve poderes emergenciais para assumir uma conta”, segundo o blog da empresa.

“Reconhecemos que o tempo de votação de 1 dia ainda é curto”, disse uma postagem no blog do cofundador Rooter, “mas precisamos agir rapidamente para lidar com o risco sistêmico e o fato de que usuários normais não podem retirar o USDC”.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe