Criptos hoje

Bitcoin mantém US$ 21 mil com investidores ignorando calote do Three Arrows; ApeCoin dispara 11%

Bitcoin registra 12º dia negociado abaixo de US$ 22.500; para analistas, preço virou barreira difícil de ser superada

Por  Paulo Alves, CoinDesk -

O Bitcoin (BTC) amanhece nesta terça-feira (28) negociado novamente perto de US$ 21 mil, marcando o 12º dia consecutivo em que a criptomoeda é negociada abaixo da faixa de US$ 22.500. Segundo diversos analistas, o nível se tornou uma resistência, o que significa que passou a ser uma barreira mais difícil de ser superada no curto prazo.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Apesar disso, a manutenção dos US$ 21 mil é vista com certo otimismo por quem esperava uma queda mais forte após a notícia do calote do hedge fund Three Arrows Capital, que não pagou uma dívida multimilionária contraída junto à plataforma Voyager Digital.

Para Simon Peters, analista de criptomoedas da EToro, o Bitcoin sofre com a mesma combinação desvantajosa de resultados corporativos abaixo do esperado, inflação e aumentos nas taxas de juros afetam as bolsas este ano.

As criptomoedas mantêm alta correlação os índices de ações, particularmente aqueles com um componente tecnológico mais pesado. Segundo o analista sênior de mercado da Oanda, Craig Erlam, os ralis do Bitcoin refletem um sentimento geral pessimista sobre ativos mais arriscados.

O mercado, no entanto, parece deixar para trás o momento de maior pânico em torno das crises na plataforma de empréstimos Celsius Network e no hedge fund cripto Three Arrows Capital. Howard Greenberg, presidente e cofundador da Prosper Trading Academy, afirmou ao CoinDesk que o Índice de Medo e Ganância do Bitcoin, indicador que mede o sentimento de mercado, está mostrando redução no pessimismo.

Especialistas começaram a ver com bons olhos a maneira com que alguns projetos DeFi estão resistindo ao momento ruim do mercado cripto. O diretor de investimentos da Arca Research, Jeff Dorman, destacou o aumento de 20% a 30% em alguns tokens na semana passada, em movimento liderado por ativos de DeFi, NFTs e jogos.

“O incrédulo que habita em mim descartaria esses ganhos como uma ‘recuperação do mercado de baixa’ ou apenas uma compensação de shorts (posições vendidas), mas o caso é que os protocolos e aplicativos DeFi fizeram seu trabalho, enquanto as plataformas centralizadas de swaps e empréstimos não”, Dorman escreveu. “Foi isso que levou ao salto no DeFi, que respingou para o resto do mercado.”

Para Dorman “a carnificina nas últimas seis semanas foi muito real, mas todas as empresas que estão atualmente enfrentando problemas de solvência são centralizadas e com CEO, conselho de administração ou tomadores de decisão humanos”. Segundo o diretor da Arca, “linhas de código de DeFi ou contratos inteligentes não são capazes de tomar as decisões difíceis que essas empresas estão tomando”.

Nesta terça, no entanto, investidores realizam lucros nesses tokens, que negociam em baixa de até 11,9%, caso do Synthetix (SNX). Já o Uniswap (UNI) cai 8,9% nas últimas 24 horas.

  • Assista: O que aconteceu com El Salvador após a queda do Bitcoin?

Sobre o Bitcoin, Greenberg, da Prosper Trading Academy, afirmou que está “observando a média móvel simples de 200 semanas em US$ 22.650 como o preço-chave que precisamos recuperar e manter para ver um retorno a faixas de negociação mais altas em todo o setor de criptomoedas”.

A avaliação é parecida com a do especialista em análise técnica de criptomoedas Vinícius Terranova. O analista gráfico, no entanto, adota um tom mais pessimista. Em participação nesta segunda-feira (28) no Cripto+, ele apontou que o nível de US$ 22.500 deve funcionar como uma resistência.

Se o BTC recuperar o preço até esse patamar, em sua avaliação, será oportunidade de venda para investidores que miram no curto prazo – seja quem comprou abaixo desse patamar ou quem está segurando o BTC há mais tempo e espera por uma janela para liquidar seus ativos. Por ora, ressaltou Terranova, a expectativa é de que haja mais baixas pela frente.

Bilal Hafeez, CEO e chefe de pesquisa da Macro Hive, pensa de forma similar. “Estamos em um mercado em baixa, e é um urso que provavelmente continuará rosnando”, escreveu o especialista em nota, em referência ao bear market (mercado de urso), expressão do mercado financeiro para um período prolongado de baixa de preços.

Confira o desempenho das principais criptomoedas às 7h10:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Bitcoin (BTC)US$ 21.422,69+0,02%
Ethereum (ETH)US$ 1.231,10-0,74%
Binance Coin (BNB)US$ 239,71+0,29%
XRP (XRP)US$ 0,3643-0,63%
Cardano (ADA)US$ 0,5062-1,78%

As criptomoedas com as maiores altas nas últimas 24 horas:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
ApeCoin (APE)US$ 5,41+11%
BitTorrent (BTT)US$ 0,000000968851+11%
TitanSwap (TITAN)US$ 5,11+7,9%
Tezos (XTZ)US$ 1,66+6,8%
Evmos (EVMOS)UUS$ 2,06+6,4%

As criptomoedas com as maiores quedas nas últimas 24 horas:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Stacks (STX)US$ 0,452437-13,8%
Synthetix (SNX)US$ 2,45-11,8%
Uniswap (UNI)US$ 5,36-8,9%
Polygon (MATIC)US$ 0,543796-8,1%
Dogecoin (DOGE)USUS$ 0,072269-7,5%

Confira como fecharam os ETFs de criptomoedas no último pregão:

ETFPreçoVariação
Hashdex NCI (HASH11)R$ 18,32-2,02%
Hashdex BTCN (BITH11)R$ 26,11+1,2%
Hashdex Ethereum (ETHE11)R$ 18,86-0,42%
Hashdex DeFi (DEFI11)R$ 18,90-0,26%
Hashdex Smart Contract Plataform FI (WEB311)R$ 19,35+2,87%
QR Bitcoin (QBTC11)R$ 6,90-1,42%
QR Ether (QETH11)R$ 4,61+0,43%
QR DeFi (QDFI11)R$ 3,63-5,46%

Veja as principais notícias do mercado cripto desta terça-feira (28):

Hacker movimenta parte dos US$ 100 milhões roubados de projeto cripto Harmony

O hacker por trás do ataque de US$ 100 milhões na rede Harmony, ocorrido na semana passada, começou a movimentar parte dos valores desviados do projeto na noite desta segunda, mostram dados públicos visualizados na blockchain.

“Estamos cientes de que o hacker começou a mover fundos por meio do Tornado Cash. Nossa equipe está trabalhando com dois parceiros de rastreamento e análise de blockchain de alta reputação e colaborando com o FBI como parte de uma investigação sobre esse ato criminoso.”

Na segunda-feira (27), o explorador movimentou mais de 18.000 ETH, somando mais de US$ 22 milhões, para três carteiras. As moedas foram então enviadas para o Tornado Cash, uma ferramenta que ofusca transações cripto, com as três carteiras armazenando apenas alguns ETH.

Na madrugada desta terça-feira, o explorador moveu outros 18.000 ETH para uma carteira diferente. Depois, cerca de 6.000 ETH foram movidos para uma carteira separada

Exhange Huobi pode cortar 30% dos funcionários

A exchange de criptomoedas Huobi Global pode cortar mais de 30% de seu quadro de funcionários depois que a saída de usuários chineses levou a uma queda acentuada na receita da companhia, afirmou nesta terça o jornalista chinês Colin Wu, via Twitter.

A expectativa é de que a Huobi faça ao menos 300 demissões entre os mais de mil funcionários. A empresa começou a parar gradualmente de atender clientes na China em setembro de 2021, e interrompeu completamente o acesso aos clientes do país em 31 de dezembro após a China proibir a negociação de moedas digitais.

A Huobi Global, com sede em Seychelles, é uma das exchanges mais importantes do mundo, com volume diário de negociação superior a US$ 1,2 bilhão, de acordo com a CoinGecko.

Banco Central está insatisfeito com mudanças no PL das criptomoedas

O Banco Central não está satisfeito com os trechos que teriam sido retirados do texto do Projeto de Lei de regulação do mercado de criptoativos, que tramita na Câmara dos Deputados.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, pessoas familiarizadas com o assunto afirmam que o BC esperava que as regras de segregação patrimonial e de informe obrigatório de transações acima de R$ 10 mil ao COAF fossem mantidas no PL, mas teriam sido retiradas pelo relator, o deputado federal Expedito Netto (PSD/RO).

Ainda de acordo com o jornal, apesar disso, segundo empresas consultadas sob anonimato, o texto final ainda pode trazer surpresas.

A votação do PL está novamente pautada para esta semana na Câmara.

Mercado Pago começa a liberar depósitos de criptomoedas

O Mercado Pago começou a liberar nesta segunda a função de depósito de criptomoedas na carteira do serviço a partir de endereços externos. Até então, o aplicativo só permitia o armazenamento de criptos adquiridas na própria plataforma.

Segundo a empresa, a partir de agora será possível receber Bitcoin, Ethereum e Pax Dollar de carteiras externas. A novidade vem uma semana depois que o Mercado Pago habilitou transferências internas, entre usuários do serviço.

A nova funcionalidade de depósitos de cripto serão disponibilizadas aos usuários de forma gradual.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe