Criptos hoje

Bitcoin defende patamar de US$ 19 mil em meio a noticiário misto sobre situação de empresas cripto

Empresas do setor seguem gerando incerteza em investidores, que também aguardam pelo dado de inflação nos EUA

Por  Paulo Alves, CoinDesk -

Alguns analistas acreditam que, até aqui, as quedas do Bitcoin abaixo de US$ 20 mil mostraram que o patamar já não é mais tão crítico como se acreditava.

“Um movimento abaixo do suporte de US$ 17.500 a US$ 18.500 pode acelerar liquidações”, avalia Craig Erlam, analista sênior de mercado da Oanda. Segundo o especialistas, em vez de US$ 20 mil, é preciso ficar atento ao preço de US$ 19.500, cujo rompimento pode significar maior possibilidade de recuos para níveis mais baixos.

Segundo a casa de análise Glassnode, dados apontam que ainda não há confiança suficiente entre investidores de longo prazo, algo essencial para determinar um fundo de mercado.

“Existem muitos sinais de formação de fundo, mas o mercado ainda requer um elemento de duração e tempo de sentimento negativo para estabelecer um fundo resiliente. Os investidores em Bitcoin ainda não estão fora de perigo”, afirmou a empresa em relatório.

Investidores estão atentos ao dado de inflação ao consumidor nos Estados Unidos referente ao mês de junho, que será divulgado hoje e poderá influenciar nos próximos passos do Federal Reserve para conter a alta de preços no país enquanto lida com a possibilidade de recessão.

Enquanto isso, agentes de mercado também digerem um noticiário misto do setor de criptomoedas, que segue focado na saúde financeiras das empresas do setor após os preços de ativos digitais despencarem nos últimos meses e o hedge fund cripto Three Arrows Capital (3AC), um dos maiores do ramo, entrar em crise e complicar a situação de credores.

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Bitcoin (BTC)US$ 19.805,46+0,8%
Ethereum (ETH)US$ 1.073,22+1,5%
Binance Coin (BNB)US$ 226,69+2,2%
XRP (XRP)US$ 0,315941+1,9%
Cardano (ADA)US$ 0,429715+0,1%

As criptomoedas com as maiores altas nas últimas 24 horas:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Aave (AAVE)US$ 72,91+10,5%
Curve DAO (CRV)US$ 0,941053+7,1%
Serum (SRM)US$ 1,04+6,7%
ApeCoin (APE)US$ 4,47+5,6%
Arweave (aR)US$ 11,44+5,5%

As criptomoedas com as maiores quedas nas últimas 24 horas:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Ecomi (OMI)US$ 0,00148846-7,9%
Loopring (LRC)US$ 0,370818-2,3%
Tezos (XTZ)US$ 1,48-2%
TerraClassicUSDUS$ 0,04215644-1,6%
Tenset (10SET)US$ 3,16-0,6%

Confira como fecharam os ETFs de criptomoedas no último pregão:

ETFPreçoVariação
Hashdex NCI (HASH11)R$ 17,35-4,76%
Hashdex BTCN (BITH11)R$ 25,70-3,01%
Hashdex Ethereum (ETHE11)R$ 16,95-5,72%
Hashdex DeFi (DEFI11)R$ 19,95+4,38%
Hashdex Smart Contract Plataform FI (WEB311)R$ 18,13-5,17%
QR Bitcoin (QBTC11)R$ 6,801,15%
QR Ether (QETH11)R$ 4,14-8%
QR DeFi (QDFI11)R$ 3,75-4,82%
Cripto20 EMPCI (CRPT11)R$ 4,99-3,85%
Investo NFTSCI (NFTS11)R$ 26,00-7,34%

Veja as principais notícias do mercado cripto desta quarta-feira (13):

BC suspeita de lavagem de dinheiro na Binance, diz jornal

O Banco Central do Brasil suspeita de que a Binance tenha sido utilizada para operações de lavagem de dinheiro, aponta reportagem Folha de S.Paulo publicada na noite de ontem.

Segundo o jornal, que teve acesso a uma notificação enviada ao banco Acesso, que operava, junto ao Capitual, as transações da Binance via Pix, o BC desejava mais informações de identidade dos clientes da corretora para apurar a possível prática do crime de lavagem.

Apesar de ter ajudado a movimentar R$ 40 bilhões da Binance em 2021, o Acesso não tinha conhecimento sobre os donos do dinheiro nem a origem dos valores.

EUA abrem consulta pública para projeto de regulação de criptos

O Departamento do Tesouro dos EUA abriu consulta pública para receber contribuições ao projeto proposto pelo presidente Joe Biden que visa criar novas regras para o setor de criptomoedas.

Em março, Biden ordenou, via decreto, que várias agências americanas começassem a trabalhar em um sistema amplo para supervisionar ativos digitais.

“O Departamento do Tesouro está buscando se beneficiar da experiência do povo americano e dos participantes do mercado solicitando comentários do público enquanto nos engajamos neste importante trabalho”, disse Nellie Liang, subsecretária de finanças domésticas do Tesouro, em comunicado.

As contribuições serão recebidas até 8 de agosto.

(Mais informações em breve)

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe