Radar InfoMoney

Copel, Vibra e Equatorial informam proventos, Nubank chega à bolsa e mais notícias

Confira os destaques do noticiário corporativo da sessão desta quinta-feira (9)

Por  Equipe InfoMoney -

O noticiário corporativo desta quinta-feira (09) tem como destaque a estreia do Nubank na bolsa dos Estados Unidos, a distribuição de proventos pela Vibra, Equatorial e Copel. Esta última, além disso, anunciou que estima um Capex de 2,1 bilhões no próximo ano.

Já o BNDES marcou audiência sobre processo de privatização da Eletrobras para o dia 22 de dezembro de 2021.

A Engie assinou contrato de financiamento junto ao BNDES no valor de R$ 1,473 bilhão.

Tempo Real: Confira análises corporativas e a cobertura instantânea das últimas notícias do mercado

Confira os destaques:

Nubank

O Nubank chegou à bolsa americana (Nasdaq) como a instituição financeira mais valiosa na América Latina. A fintech fixou o preço de sua oferta a US$ 9 por ação em seu IPO, topo da faixa indicativa. A esse valor, o banco estreará valendo US$ 41,7 bilhões.

Eletrobras 

A análise da privatização da Eletrobras (ELET3;ELET6) pelo Tribunal de Contas da União (TCU) foi adiada, em derrota para o governo. Poucas horas do início da sessão marcada para ontem (8), o ministro-relator do processo, Aroldo Cedraz, não havia apresentado seu parecer para os demais integrantes do colegiado do órgão e surpreendeu outros ministros com a retirada de pauta.

O julgamento do processo deve acontecer em sessão extraordinária a ser convocada pelo TCU para a próxima quarta-feira, 15. O ministro havia se comprometido a disponibilizar o voto na tarde de terça-feira, 7, o que não ocorreu. A demora levou alguns ministros a cogitarem um pedido de vista, para que haja mais tempo para entendimento do assunto.

Além disso, BNDES marcou audiência sobre processo de privatização da Eletrobras para o dia 22 de dezembro de 2021.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Vibra Energia 

A Vibra ([ativo=BRDT3]) realizará em 20 de dezembro de 2021 o pagamento da segunda parcela dos juros sobre capital próprio.

O valor da 2º parcela dos Juros sobre capital Proprio (JCP) é de R$  143.097.156,94  ou  0,12665821282 por ação.

Além disso, como saldo remanescente relativo ao valor da primeira parcela dos JCP, em  decorrência  das  ações  em  tesouraria  naquele  período,  a  Companhia  fará  o  pagamento  de  R$ 5.450.378,50  ou  0,0048242412  por  ação.  

Farão  jus  a  ambos  os  pagamentos os acionistas na posição acionária do dia 14 de  dezembro de 2021. O valor  total  a ser  pago em 20/12/2021  é de R$ R$ 148.547.535,44 ou R$ 0,13148245401 por papel.

Equatorial 

A Equatorial (EQTL3) aprovou o pagamento de dividendos no valor de R$ 0,72 por ação, perfazendo o total de R$ 707,1 milhões. O pagamento será em 29 de dezembro de 2021.

Têm direito ao recebimento dos dividendos os acionistas detentores de ações de emissão da companhia em 30 de abril de 2021.

Itaúsa 

A Itaúsa (ITSA4) aprovou a incorporação de parcela cindida do patrimônio líquido da Itaú Unibanco Participações (Iupar) correspondente a 39.386.461 de ações Classe A de emissão da XP Inc.

Copel  

A Copel (CPLE6) aprovou o pagamento de Juros sobre o Próprio Capital (JCP) com um valor total de R$ 283,1 milhões, sendo R$ R$ 0,0974 por ação ON, R$ 0,1072 por ação PNA e PNB e R$ 0,5264 por ação Unit.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O pagamento será realizado com base na posição acionária de 30 de dezembro. Entretanto, a empresa paranaense ainda não definiu a data para o pagamento do recurso. 

Além do anúncio sobre o pagamento de JCP, a Copel estima um Capex de R$ 2,1 bilhões em 2022. 

De acordo com a Copel, a maior parte dos investimentos previstos para 2022 são destinados para o aprimoramento da eficiência operacional. 

Engie

A Engie (EGIE3) divulgou a assinatura de contrato junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) para fazer um financiamento, com o valor de R$ 1,473 bilhões, para implementar o Conjunto Eólico Santo Agostinho – Fase I “Santo Agostinho”.

Equatorial  

A Equatorial (EQTL3) concluiu a aquisição da participação acionária da Solenergias e da Helios por meio da sua subsidiária, a Equatorial Serviços. A empresa realizou o pagamento de R$ 42,2 milhões para a Quasar Consultoria.

Aura Minerals

Aura Mineral (AURA33) informou ontem (8) o início da construção do Projeto Almas em Tocatins. O Projeto Almas possui TIR desalavancada de 57% ao ano por 17 anos, considerando preços de ouro a US$ 1,800 por onça.

Os recursos necessários para o investimento do Projeto Almas são provenientes da emissão de debêntures de Aura Almas no valor de aproximadamente US$ 77 milhões.

Athena Saúde 

Acionistas da Athena Saúde (ATEA3) aprovaram a incorporação da Giardino Participações. Com isso, a empresa destaca que houve um aumento no montante de capital de R$ 2,1 milhão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Brisanet 

A Brisanet (BRIT3) divulgou os dados operacionais de novembro. A empresa registrou um aumento de 18,3 mil novos clientes no mês passado. 

Em 2021, a companhia registrou um crescimento de 32% de novos clientes no Nordeste, com mais de 824 mil novos assinantes.

Enauta

A produção total da Enauta ([ativo=ENTA3])  atingiu 694,2 mil barris de óleo equivalente (boe), ou produção média diária de 23,1 mil boe em novembro, queda de 0,4% em relação ao mês de outubro.

AES Brasil 

A AES Brasil (AESB3) comunicou a suspensão temporária da incorporação da Tucano.

Analista da Rico Corretora ensina ferramentas práticas a extrair lucro do mercado financeiro de forma consistente. Inscreva-se Grátis.

Compartilhe