Criptos hoje

Bitcoin resiste nos US$ 40 mil, Shiba Inu dispara mais de 15% e Monero tem correção

Mercado cripto tem dia de leves altas após quedas do início da semana e tenta iniciar uma recuperação dos preços

Por  Rodrigo Tolotti, CoinDesk -

O Bitcoin (BTC) estabilizou o preço em torno de US$ 40 mil após chegar a perder este nível na tarde de terça-feira (13) depois de dados nos Estados Unidos mostrarem a inflação mais alta no país em 40 anos, chegando a 8,5%.

Alguns analistas apontaram que esse poderia ser o pico da inflação, ajudando a acalmar um pouco o mercado e suas preocupações de que os preços poderiam estar fora de controle, chegando a levar as bolsas para cima ontem. Por outro lado, uma alta no preço do petróleo reduziu o ânimo e as ações recuaram.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Isso acabou puxando as criptomoedas já que, apesar do Bitcoin ser visto como uma proteção como inflação, seu movimento tem sido muito mais atrelado aos que ocorre com as ações americanas, principalmente de tecnologia. E a queda de terça não foi diferente.

“Uma grande quantidade de dinheiro institucional que se tornou investidores de criptomoedas começou em 2021, e eles compraram Bitcoin entre US$ 30 mil e US$ 40 mil, o que pode sugerir que eles podem querer comprar essa queda se ainda acreditarem nas perspectivas de longo prazo”, afirma Edward Moya, analista sênior da corretora de câmbio Oanda.

Durante participação no último programa Cripto+ (assista abaixo), o trader Vinícius Terranova apontou que o Bitcoin tem um suporte (preço com alta demanda de compra) ao redor dos US$ 39.600, o que poderia interromper a queda no curto prazo. No entanto, o especialista alerta para perdas mais prolongadas das criptomoedas, de modo que permanece na mesa o risco de o BTC cair para US$ 34.500 e até para US$ 30 mil nas próximas semanas.

Em possível cenário de terra arrasada que levaria a um bear market (período de baixa) de cerca de um ano, Terranova aponta que o Bitcoin poderia ir até US$ 21 mil. Ele, no entanto, não aposta suas fichas de que as perdas podem chegar a esse ponto.

  • Assista: Ethereum 2.0: o que esperar da atualização mais aguardada da história das criptomoedas

Esta quarta começa com leves variações positivas no mercado cripto, com o Ethereum (ETH), por exemplo, sustentando a marca de US$ 3.050. Mas o destaque entre as maiores moedas digitais fica para a Shiba Inu (SHIB), que salta mais de 15% em meio ao anúncio da corretora Robinhood de que o ativo foi listado para operação em sua plataforma.

Já a criptomoeda anônima Monero (XMR) apresenta uma correção nesta quarta, com queda de mais de 5%, após subir forte na véspera em um cenário de proximidade da declaração de imposto de renda nos EUA.

Confira o desempenho das principais criptomoedas às 7h15:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Bitcoin (BTC)US$ 40.088,94-0,30%
Ethereum (ETH)US$ 3.049,81+0,79%
Binance Coin (BNB)US$ 419,73+2,83%
XRP (XRP)US$ 0,7145+1,27%
Solana (SOL)US$ 103,04-0,15%

As criptomoedas com as maiores altas nas últimas 24 horas:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Shiba Inu (SHIB)US$ 0,00002642+15,47%
Compound (COMP)US$ 131,41+8,05%
ApeCoin (APE)US$ 12,19+6,70%
eCash (XEC)US$ 0,00009365+3,54%
Polygon (MATIC)US$ 1,42+3,08%

As criptomoedas com as maiores quedas nas últimas 24 horas:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Waves (WAVES)US$ 21,51-10,55%
Monero (XMR)US$ 233,11-5,88%
Near Protocol (NEAR)US$ 16,12-3,99%
STEPN (GMT)US$ 2,18-3,32%
Mina Protocol (MINA)US$ 2,46-2,97%

Confira como fecharam os ETFs de criptomoedas no último pregão:

ETFPreçoVariação
Hashdex NCI (HASH11)R$ 34,00-0,14%
Hashdex BTCN (BITH11)R$ 44,49-1,35%
Hashdex Ethereum (ETHE11)R$ 41,51-1,07%
Hashdex DeFi (DEFI11)R$ 37,28-0,95%
Hashdex Smart Contract Plataform FI (WEB311)R$ 40,27-6,30%
QR Bitcoin (QBTC11)R$ 11,74-2,16%
QR Ether (QETH11)R$ 10,29+0,09%
QR DeFi (QDFI11)R$ 6,66-2,48%

Veja as principais notícias do mercado cripto desta quarta-feira (13):

Fundação Luna compra mais US$ 100 mi em Bitcoin

A Luna Foundation Guard (LFG), entidade que atua como um protocolo de resolução para a stablecoin algorítmica UST, adicionou outros US$ 100 milhões em Bitcoin à sua carteira.

A carteira da LFG agora contém US$ 1,7 bilhão em BTC, US$ 549,84 milhões em outras stablecoins denominadas em dólares e US$ 14,74 milhões em Terra.

No total, há 42.410 bitcoins em sua carteira, o que torna ela a 19ª maior carteira em participações totais na criptomoeda.

Se a Luna atingir sua meta de comprar US$ 10 bilhões em Bitcoin, ela terá a segunda maior carteira, atrás apenas da carteira fria da Binance.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe