Império de Buffett

Berkshire Hathaway registra prejuízo líquido de US$ 43,7 bi no 2º trimestre

Apesar do prejuízo, companhia teve ganhos operacionais; recompra de ações diminui

Por  Estadão Conteúdo -

A Berkshire Hathaway (BERK34) reportou há pouco prejuízo líquido aos acionistas de US$ 43,755 bilhões no segundo trimestre de 2022. O resultado reverte lucro de US$ 28,094 bilhões registrados no mesmo período de 2021.

O prejuízo antes do imposto de renda e questões ligadas ao método de equivalência patrimonial foi de US$ 55,713 bilhões, ante um resultado positivo de US$ 35,574 bilhões um ano antes.

As receitas totais da companhia foram de US$ 76,180 bilhões, frente a US$ 69,114 bilhões registrados de abril a junho de 2021. Já as perdas ligadas investimento e derivativos foram de US$ 66,919 bilhões, ante ganhos de US$ 27,394 bilhões no período correspondente do ano passado.

Veja também:

Preços dos ativos estão “aceitáveis” e não parece haver excessos nos mercados, diz Howard Marks

E se Warren Buffett investisse na B3? Para Itaú, megainvestidor teria Suzano, Vivara e outras 3 ações

Recompra de ações diminui

Apesar do prejuízo líquido aos acionistas de US$ 43,7, a companhia teve ganhos operacionais. Para essa linha do balanço, a empresa reportou US$ 9,283 bilhões, frente a US$ 6,686 bilhões de um ano antes.

A companhia, que tem como CEO o empresário Warren Buffet, afirma ainda que aproximadamente US$ 1 bilhão foram usados para recomprar ações da própria empresa durante o segundo trimestre. Em seis meses foram usados US$ 4,2 bilhões para este fim. Ou seja, de abril a maio, houve menos recompras do que nos primeiros três meses de 2022.

 

Ainda não investe no exterior? Estrategista da XP dá aula gratuita sobre como virar sócio das maiores empresas do mundo, direto do seu celular – e sem falar inglês

Compartilhe