Banco do Brasil antecipa pagamento de R$ 1,17 bi em JCP, Fitch afirma rating da Totvs e mais

Confira os principais destaques do noticiário corporativo desta segunda-feira (26)

Felipe Moreira

Sede do Banco do Brasil em Brasília (Divulgação)

Publicidade

O radar corporativo desta segunda-feira (26) traz a distribuição de R$ 1,170 bilhão em JCP do Banco do Brasil (BBAS3). Já Fitch Ratings afirmou o Rating de Longo Prazo de “AA+(bra)” da Totvs.

Ainda em destaque, a oferta pública de ações (OPA) da Cielo (CIEL3) foi suspensa. Já a Americanas (AMER3) teve prejuízo de R$ 4,6 bilhões nos 9 primeiros meses de 2023, baixa de 23,5%. AES Brasil (AESB3) e BRF (BRFS3) divulgam seus números do 4º trimestre após o fechamento do mercado. Já a Petrobras (PETR4) acionou “tag along” para venda de fatia na UEG Araucária

Confira mais destaques:

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Banco do Brasil (BBAS3)

O Banco do Brasil (BBAS3) aprovou a distribuição de R$ 1,170 bilhão a título de remuneração antecipada aos acionistas sob a forma de Juros sobre o Capital Próprio (JCP), relativos ao primeiro trimestre de 2024. O montante é equivalente a R$ 0,41003673283 por ação.

Os JCP serão pagos em 27 de março e terão como base a posição acionária de 11 de março de 2024.

Totvs (TOTS3)

A Totvs (TOTS3) informou que a agência de classificação de risco Fitch Ratings afirmou o Rating de Longo Prazo de “AA+(bra)” e revisou a perspectiva de estável para positiva.

Continua depois da publicidade

Energisa (ENGI11)

Em janeiro de 2024, o consumo consolidado de energia elétrica, cativo e livre (3.499,3 GWh), nas áreas de concessão do Grupo Energisa, apresentou aumento de 13,5% em relação ao mesmo mês do ano anterior.

Ânima (ANIM3)

A XP Gestão de Recursos Ltda atingiu o montante de 20.404.400 ações, equivalente a 5,05% da totalidade das ações da companhia.

Unipar (UNIP6)

A BlackRock alienou ações preferenciais classe B emitidas pela Companhia, sendo que, suas participações, de forma agregada, passaram a ser de 3.376.368 ações preferenciais classe B, representando aproximadamente: 4,997% do total de ações preferenciais classe B emitidas pela Companhia.

Petrobras (PETR4)

A Petrobras (PETR4) informou nesta sexta-feira que exercerá o direito de “tag along” — venda conjunta — para venda de sua participação de 18,8% na usina elétrica a gás de Araucária (UEG Araucária), no Paraná, conforme comunicado ao mercado.

Cielo (CIEL3)

O processo de registro de oferta pública de aquisição de ações (OPA) da Cielo (CIEL3) na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) foi suspenso. Segundo fato relevante divulgado pela empresa nesta sexta-feira (23), a suspensão aconteceu por causa de pedidos de convocação de Assembleia Especial por acionistas titulares de ações em circulação no mercado.

M. Dias Branco (MDIA3)

M.Dias Branco (MDIA3) encerrou o quarto trimestre de 2023 com um lucro líquido de R$ 341,9 milhões. O resultado é 22 vezes superior ao registrado no mesmo período do ano anterior e é atribuído, principalmente, à execução de projetos implementados na companhia ao longo dos últimos quatro anos.

Light (LIGT3)

Em meio às negociações com credores para reestruturar a dívida de R$ 11 bilhões da Light, a diretoria da empresa apresentou uma nova proposta que prevê o pagamento integral em até 90 dias para detentores de crédito com valor até R$ 30 mil, ou seja, o equivalente a 60% dos credores da empresa (28 mil credores).

Americanas (AMER3)

A Americanas (AMER3), em recuperação judicial, registrou prejuízo líquido de R$ 4,61 bilhões nos nove primeiros meses de 2023 (9M23), o que representa uma redução de 23,5% em relação ao prejuízo líquido de R$ 6,02 bilhões nos nove primeiros meses de 2022, informou a varejista nesta segunda-feira (26).