5 assuntos

B3 volta do feriado às 13h com investidores monitorando guerra na Ucrânia; petróleo supera US$ 110 e mais assuntos que agitarão o mercado

Sessão é de volatilidade para os mercados internacionais; na agenda do dia, atenção para os dados do ADP, de emprego privado nos EUA, e fala de Powell

Por  Equipe InfoMoney -

A B3 volta do feriado de Carnaval nesta quarta-feira de Cinzas (2) às 13h (horário de Brasília), com os investidores acompanhando os diversos desdobramentos da guerra na Ucrânia. Na segunda-feira (28) o índice Dow Jones Brazil Titans 20 ADR, que reúne os papéis mais negociados das empresas brasileiras no mercado de ações nova-iorquino, começou o dia em baixa, mas inverteu a tendência ao longo da sessão e subiu 0,32% no fim do pregão.

Já na terça, o índice fechou com alta de 0,28%, aos 19.066 pontos.  Os papéis PRB, equivalentes às ações ordinárias da estatal, avançaram 2,73%, cotados a US$ 14,62, enquanto os PRB.A, correspondentes às ações preferenciais, subiram 3,28%, encerrando o dia aos US$ 13,52. Os últimos dias foram de escalada nas tensões geopolíticas e salto dos preços das commodities, notoriamente com avanço do petróleo.

Nesta quarta-feira (2), os mercados mundiais operam voláteis, com os mercados europeus e os futuros americanos virarem para ganhos após abrirem em queda, com o conflito Rússia-Ucrânia em andamento levando a um novo aumento nos preços do petróleo. As ações asiáticas fecharam em queda, com exceção Kospi da Coreia do Sul. 

Forças da Rússia afirmaram durante esta manhã terem tomado a cidade portuária de Kherson, na Ucrânia, enquanto há relatos de mais bombardeios em Kharkiv, a segunda maior cidade do país.

O petróleo dos EUA subiu para o nível mais alto em mais de uma década nas negociações de quarta-feira, com o Brent de referência global chegando a US$ 111 por barril. 

O avanço ocorre quando a Opep e seus aliados produtores de petróleo, que inclui a Rússia, se preparam para se reunir na quarta-feira para discutir a produção de abril.

Leia também:

O mercado está de olho nos preços da commodity, com o avanço podendo impulsionar a inflação, sufocar a economia e criar desafios para o Federal Reserve ao definir a política.

O presidente dos EUA, Joe Biden, anunciou ontem (1) que fechará o espaço aéreo americano a aeronaves russas. Biden ressaltou o peso das sanções econômicas para enfraquecer Putin, como a exclusão de bancos russos do sistema internacional de pagamentos e de acesso à tecnologia. Disse que seu governo está dando mais de US$ 1 bilhão em assistência direta para a Ucrânia e que ficará no encalço dos oligarcas que sustentam Putin e um regime de violência.

Os investidores também estão aguardando pelos dados de emprego privado divulgados pela ADP que saem às 10h15, bem como o Livro Bege, do Federal Reserve. 

Em indicadores, o destaque do dia fica para Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), com a criação de vagas formais de emprego em janeiro. A expectativa da Infinity Asset Management é de criação de 179.445 vagas.

Na frente política, as discussões sobre redução de impostos e preços de combustíveis devem continuar em destaque, com possíveis novidades sobre o PLP 11 (que trata do congelamento do ICMS regional) e o PL 1472 (que trata do fundo de estabilização dos combustíveis e impostos de exportação). Confira os destaques: 

1. Bolsas Mundiais

Estados Unidos

Os índices futuros dos EUA viraram para leve alta após a forte queda da véspera, em meio à forte volatilidade com o conflito em andamento entre a Rússia e a Ucrânia. 

As ações de empresas de petróleo foram um ponto positivo no mercado na terça-feira, enquanto as ações de bancos foram impactadas negativamente, arrastadas por um declínio acentuado nos rendimentos do Tesouro, representando uma corrida para títulos americanos como refúgio em meio à turbulência do mercado de ações.

Veja o desempenho dos mercados futuros:

  • Dow Jones Futuro (EUA), +0,65%
  • S&P 500 Futuro (EUA), +0,65%
  • Nasdaq Futuro (EUA), +0,60%

Ásia

Os mercados asiáticos fecharam majoritariamente em terreno negativo, com o Nikkei 225 do Japão caindo quase 2%.

A atividade econômica na Austrália subiu 3,4% no quarto trimestre em relação ao terceiro, segundo dados divulgados quarta-feira pelo Bureau of Statistics do país. Isso ficou acima das expectativas em uma pesquisa da Reuters para um ganho de 3%.

  • Shanghai SE (China), -0,13%
  • Nikkei (Japão), -1,68% 
  • Hang Seng Index (Hong Kong), -1,84% 
  • Kospi (Coreia do Sul), +0,16%

Europa

Os mercados europeus passaram a ter leve alta. As ações do continente fecharam em forte queda ontem (01), com um importante comboio militar russo em direção à capital da Ucrânia, Kiev. Um ataque aéreo russo atingiu a principal torre de televisão de Kiev na tarde de segunda-feira, matando cinco pessoas. Enquanto isso, as forças russas continuam a atacar Kharkiv, a segunda maior cidade da Ucrânia.

  • FTSE 100 (Reino Unido), +0,85%
  • DAX (Alemanha), +0,25%
  • CAC 40 (França), +0,41%
  • FTSE MIB (Itália), +0,06%

Commodities

O preço do petróleo dos EUA subiu para o nível mais alto em mais de uma década nas negociações de quarta-feira, com o Brent de referência global chegando a US$ 111 por barril, à medida que o rali do petróleo continua.

“Os preços do petróleo não podem parar de subir, pois um mercado de petróleo muito apertado provavelmente verá mais riscos para os suprimentos à medida que a guerra na Ucrânia se desenrolar”, disse à CNBC Ed Moya, analista sênior de mercado da Oanda. “O petróleo Brent pode subir para o nível de US$ 120 se o mercado de petróleo começar a pensar que é provável que sanções sejam impostas à energia russa”.

  • Petróleo WTI, +6,77%, a US$ 110,18 o barril
  • Petróleo Brent, +6,34%, a US$ 111,64 o barril
  • Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve alta de 4,64%, a 755,00 iuanes, o equivalente a US$ 119,51

Bitcoin

  • Bitcoin, +0,95% a US$ 43.875,13 (em relação à cotação de 24 horas atrás)

2.  Agenda

Mesmo curta, a semana terá indicadores importantes. Na sexta-feira, sai o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro do quarto trimestre de 2021 e do acumulado do ano passado. O consenso aponta para uma retração de 0,2% no quarto tri em relação ao terceiro e uma alta de 2,4% na comparação anual. 

Antes do PIB, saem os dados da balança comercial referentes à fevereiro. O Itaú prevê superávit de US$ 3,2 bilhões, com um crescimento de 2,6% nas exportações, puxadas por uma alta dos preços das commodities, e importações estáveis.

Nos EUA, hoje sai a pesquisa de variação de empregos privados da ADP (considerada prévia do payroll). A expectativa de analistas ouvidos pela Reuters aponta para a criação de 320 mil vagas de trabalho no mês de fevereiro.

EUA

9h: Pedidos de hipotecas semanal

10h15: Variação de Empregos Privados ADP de fevereiro

11h30: Discurso de James Bullard, de St. Louis, membro do Fomc

12h: Jerome Powell, presidente do Fed, realiza discurso

12h30: Estoques de Petróleo

16h: Livro Bege do Fed

Brasil

14h: Banco Central divulga Boletim Focus, com a expectativa de analistas sobre indicadores como inflação, juros e PIB

15h: Balança comercial de fevereiro

A definir: Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), com a criação de vagas formais de emprego em janeiro. A expectativa da Infinity Asset Management é de criação de 179.445.

3. Posição de pré-candidatos sobre invasão russa 

Os pré-candidatos à Presidência Sergio Moro (Podemos), Simone Tebet (MDB), João Doria (PSDB) e Luiz Felipe d’Ávila divulgaram ontem  um manifesto conjunto em apoio à Ucrânia e pediram ao governo brasileiro que se posicione sobre o conflito.

Direita está divida na disputa pelo governo de SP

A entrada de Tarcísio Gomes de Freitas (sem partido), ministro da Infraestrutura, na disputa pelo governo de São Paulo dividiu a centro-direita no Estado e tem gerado uma disputa por alianças com o PSDB. Até o agora seis candidatos disputam voto do eleitorado antipetista e conservador, segundo reportagem do jornal Valor.

Em sentido oposto, a centro-esquerda tenta tecer um acordo por uma frente ampla, com PT, PSB, PCdoB, Psol, Rede e PV, em busca de uma vitória inédita no Estado.

Freitas é o candidato de Jair Bolsonaro em São Paulo e negocia sua filiação ao PL, mesmo partido do presidente. O ministro, com apoio de Bolsonaro, mira em aliados do pré-candidato do PSDB, Rodrigo Garcia, atual vice-governador do Estado, para ampliar seu arco de alianças, que já conta com o PTB.

4. Covid

Na última terça-feira (1), o Brasil registrou 274 mortes e 23.393 casos de covid-19 em 24h, segundo informações do consórcio de veículos de imprensa, às 20h.

A média móvel de mortes por Covid em 7 dias no Brasil ficou em 598, queda de 26% em comparação com o patamar de 14 dias antes.

A média móvel de novos casos em sete dias foi de 65.370, o que representa baixa de 46% em relação ao patamar de 14 dias antes.

Chegou a 155.194.905 de pessoas totalmente imunizadas contra a Covid no Brasil, o equivalente a 72,24% da população.

O número de pessoas que tomaram ao menos a primeira dose de vacinas atingiu 172.634.853 pessoas, o que representa 80,36% da população.

A dose de reforço foi aplicada em 64.504.743 pessoas, ou 30,03% da população.

5. Radar Corporativo 

Vale (VALE3)

Um termo de ajustamento de conduta assinado nesta sexta-feira (25) entre a Vale (VALE3), o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e o governo mineiro fixou indenização de R$ 251 milhões, a ser paga pela mineradora pelo descumprimento dos prazos para descomissionamento de barragens. Outras empresas já haviam aderido ao acordo. A arrecadação total será de R$ 324 milhões.

O descomissionamento consiste em esvaziar áreas que armazenam rejeitos, encerrando o uso da barragem e reincorporando a estrutura ao relevo e ao meio ambiente.

O processo se tornou obrigatório para estruturas que utilizam o método de alteamento a montante depois da tragédia em Brumadinho (MG), que culminou na morte de 270 pessoas e em impactos ambientais na bacia do Rio Paraopeba em janeiro de 2019.

Petrobras (PETR3;PETR4)

A Petrobras e suas companhias na exploração dos campos de Atapu e Sépia pagaram bônus de assinatura à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis.

O consórcio que explora Atapu é formado por Petrobras (52,5% – operadora), Shell Brasil Petróleo Ltda (Shell – 25%) e Total Energies EP Brasil Ltda (Total Energies – 22,5%); já o campo de Sépia tem o consórcio formado por Petrobras como operadora, com participação de 30%, e ainda a Total Energies (28%), Petronas Petróleo Brasil Ltda (21%), e QP Brasil Ltda (21%).

Sobre o campo de Atapu foi pago o valor de R$ 4 bilhões. Já para Sépia, o valor pago foi de R$ 7,138 bilhões.

Eletrobras (ELET3;ELET6)

Os empregados da Eletrobras (ELET3;ELET6) entraram novamente em greve nesta sexta-feira, 25, por tempo indeterminado. Eles reivindicam o pagamento de Participação nos Lucros e Resultados (PLR) de 2018, pagamento de sobreaviso, hora extra e ajuda de custo para o teletrabalho, além do não retorno às atividades presenciais a partir do dia 14 de março, conforme anunciado pela empresa.

Esta será a segunda greve do ano. Em janeiro, a paralisação foi motivada por mudanças no plano de saúde da companhia. Com a interferência do Tribunal Superior do Trabalho (TST), a greve foi suspensa no último dia 9 para que os sindicatos negociassem com a estatal ou aguardassem uma decisão do TST.

Oi (OIBR3;OIBR4)

Em comunicado enviado ao mercado na noite de sexta, a Oi informou que a B3 autorizou a companhia a operar as suas ações na casa dos centavos por mais tempo. Na última sexta, os papéis OIBR3 fecharam aos R$ 0,80, enquanto os ativos OIBR4 estão acima de R$ 1,00, fechando a última sessão a R$ 1,34.

Somente a partir de 31 de março será iniciado um novo período para eventual apuração de 30  pregões ininterruptos com a cotação das ações da companhia abaixo de R$ 1. Se a ação não se recuperar dentro do prazo estipulado, a companhia terá que submeter imediatamente a seus acionistas uma proposta de agrupamento de ações.

(Com Estadão, Bloomberg e Agência Brasil)

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe