Fechamento

Índice de ADRs Brazil Titans titubeia no fim do pregão, mas fecha em alta de 0,28%; papéis da Petrobras lideram altas

Desempenho da estatal foi puxado por avanço de preços do petróleo, na esteira das tensões quanto ao abastecimento global em meio a conflito Rússia x Ucrânia

Por  Equipe InfoMoney -

À espera da retomada dos negócios na B3 na Quarta-feira (2) de Cinzas, os investidores acompanharam o movimento dos ADRs (recibos de ações de empresas listadas em bolsas estrangeiras e negociados nos Estados Unidos) de companhias brasileiras nesta terça-feira (1) de Carnaval.

O índice Dow Jones Brazil Titans 20 ADR, que reúne os papéis mais negociados das empresas brasileiras no mercado de Nova York, andou na contramão dos principais indicadores americanos durante praticamente todo o pregão – embora tenha chegado a registrar uma pequena queda nos minutos finais. No fim, o indicador fechou com alta de 0,28%, aos 19.066 pontos.

O desempenho foi puxado principalmente pela elevação dos preços dos ADRs da Petrobras. Os papéis PRB, equivalentes às ações ordinárias da estatal, avançaram 2,73%, cotados a US$ 14,62, enquanto os PRB.A, correspondentes às ações preferenciais, subiram 3,28%, encerrando o dia aos US$ 13,52.

Leia também:

As cotações de Petrobras acompanharam a disparada dos preços do petróleo no mercado internacional, devido aos desdobramentos da guerra entre Rússia e Ucrânia. O barril de petróleo do tipo Brent, que é negociado em Londres, era negociado a US$ 105,86 no fim da tarde, com alta de 8,05%, atingindo ao longo do dia as maiores cotações desde 2014. Já o barril do tipo WTI, negociado nos Estados Unidos, estava cotado a US$ 104,50, avançando 9,17%.

A Rússia é o terceiro maior produtor de petróleo mundial, com 11% da oferta/comércio global. As notícias são de que produtores russos estão adiando ofertas de vendas pela falta de compradores, com importadores na Europa e na Ásia rejeitando barcos russos em meio a uma disrupção crescente causada pelas sanções impostas a Moscou pela guerra contra a Ucrânia.

Em resposta às ameaças à segurança energética global, os 31 Estados-membros do Conselho da Agência Internacional de Energia (AIE) concordaram nesta terça com a liberação de 60 milhões de barris de petróleo de suas reservas emergenciais ao mercado, de forma a “enviar uma mensagem unificada e forte aos mercados globais de que não haverá déficit de suprimento como resultado da invasão da Ucrânia pela Rússia”.

De acordo com a AIE, a liberação dos barris corresponde a cerca de 4% de toda a reserva dos países que compõem o grupo – de 1,5 bilhão de barris – e deve ser lançado ao mercado a um ritmo de cerca de 2 milhões de barris por dia (bpd) por 30 dias.

Diante do movimento do petróleo, as bolsas americanas fecharam todas em queda. O índice S&P 500 teve queda de 1,55%, o Nadaq recuou 1,59% e o Dow Jones caiu outros 1,76%.

Conforme informou o The Wall Street Journal, embora apenas 1% da receita das empresas que compõem o S&P 500 seja proveniente da Rússia e da Ucrânia, os investidores ainda estão preocupados com o efeito cascata do conflito na economia global.

A crise geopolítica ocorreu quando as economias já enfrentavam a inflação mais alta em décadas, pressionando bancos centrais a aumentar as taxas de juros. O novo choque alimenta o inflação alta persistente.

Confira o desempenho dos principais ADRs de empresas brasileiras na NYSE nesta terça-feira (1), dia de Bolsa fechada no Brasil:

EmpresaADRPreço (em US$)Variação (%)
PetrobrasPRB.A13,523,28
PetrobrasPRB14,682,73
CSNSID4,941,95
ValeVALE18,861,86
GerdauGGB4,951,64
Grupo UltraUGP2,930,69
EletrobrasEBR.B6,620,00
CemigCIG2,51-0,40
SabespSBS7,97-0,50
TIM BrasilTIMB13,07-0,76
BradescoBBD3,83-0,78
Telefônica BrasilVIV9,67-1,23
BRFBRFS3,13-1,26
Pão de AçúcarCBD4,49-1,32
Itaú UnibancoITUB4,74-1,86
Santander BrasilBSBR5,74-2,21
Gol Linhas AéreasGOL6,32-3,22
AzulAZUL14,07-3,70
AmbevABEV2,82-3,75
EmbraerERJ13,15-4,57

Além de Petrobras, também fecharam em alta os papéis da CSN (2,17%), da Vale (2%), da Gerdau (1,64%) e do Grupo Ultra (+0,69%).

As cotações dos ADRs de empresas ligadas ao setor aéreo, por outro lado, tiveram os piores resultados do dia. As ações da Embraer lideraram as perdas, caindo 4,57%. Azul (-3,70%) e Gol (-3,22%) também ficaram entre as maiores baixas de terça.

Para esses papéis, a alta dos preços do petróleo é má notícia, já que provoca forte impacto sobre as despesas das aéreas com combustível de aviação – assim como as restrições de viagens em meio ao cenário geopolítico conturbado. Além disso, investidores têm receio de que as sanções impostas à Rússia dificultem o acesso a matérias-primas essenciais na fabricação de aeronaves.

Conflito Rússia x Ucrânia

No sexto dia da invasão russa à Ucrânia, uma coluna blindada russa mantinha a pressão sobre Kiev, capital do país, depois que o bombardeio mortal de áreas civis em sua segunda maior cidade indicou que comandantes russos frustrados poderiam recorrer a táticas mais devastadoras para alcançar os objetivos de sua invasão.

O conselheiro presidencial ucraniano, Oleksiy Arestovych, disse que as forças russas estão tentando sitiar Kiev e Kharkiv, a segunda maior cidade da Ucrânia perto da fronteira com a Rússia no leste da Ucrânia. Tropas russas dispararam artilharia em Kiev, Kharkiv e na cidade portuária de Mariupol, no sul, durante a noite, enquanto o lado ucraniano derrubou aviões militares russos ao redor da capital, disse Arestovych em um briefing. As autoridades ucranianas também relataram 70 soldados mortos em um ataque com foguete em uma cidade entre Kiev e Kharkiv.

Ao menos cinco pessoas morreram em um ataque da Rússia a uma torre de TV em Kiev, segundo informação dada pelo presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, em sua conta oficial no Twitter.

De acordo com o jornal The Wall Street Journal, a torre de TV foi erguida em 1973, em uma área – Babyn Yar – onde grande parte da população judaica de Kiev foi massacrada pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial.

A Rússia de Vladimir Putin enfrenta quase total isolamento internacional, com a notável exceção da China, por causa de sua decisão de lançar o que chamou de “operação militar especial” para desarmar a Ucrânia e capturar “neonazistas e viciados em drogas” que a lideram. O mais devastador para a Rússia foram as sanções ao seu banco central, que o impedem de usar sua caixa de guerra de 630 bilhões de dólares para sustentar o rublo.

As petrolíferas Shell, BP e a norueguesa Equinor anunciaram que deixariam suas posições na Rússia, que depende do petróleo e do gás para receitas de exportação. O Canadá disse que proibiria as importações de petróleo bruto russo, e a senadora republicana dos Estados Unidos Lindsey Graham pediu ao governo do presidente Joe Biden que aplique sanções ao setor de energia russo.

Os principais bancos, companhias aéreas e montadoras encerraram parcerias, suspenderam remessas e classificaram as ações da Rússia de inaceitáveis. A Mastercard disse que bloqueou várias instituições financeiras de sua rede de pagamentos como resultado de sanções à Rússia e a Visa disse que também tomará medidas.

(Com informações da Reuters)

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe