Criptoativos

B3 confirma que irá lançar futuros de Bitcoin em até 6 meses

Bolsa planeja “lançar os futuros de Bitcoin nos próximos três a seis meses”, disse o executivo-chefe financeiro da B3, André Milanez

Por  Rodrigo Tolotti

A bolsa de valores do Brasil, B3 (B3SA3), confirmou durante sua teleconferência de resultados do primeiro trimestre que pretende lançar, em um período de até 6 meses, um produto de futuro de Bitcoin (BTC).

A informação foi dada pelo executivo-chefe financeiro da B3, André Milanez, que ainda explicou que a bolsa está trabalhando em iniciativas para mercados não regulamentados de criptomoedas, construindo uma infraestrutura para clientes poderem oferecer acesso ao mercado cripto para seus usuários finais.

O executivo não deu maiores detalhes sobre como seria o produto, ressaltando apenas que a B3 planeja “lançar os futuros de Bitcoin nos próximos três a seis meses”.

Em entrevista recente ao InfoMoney, Marielle Brugnari, gerente Non-Cash Equities da B3, destacou que desde abril de 2021 a bolsa brasileira já oferece, no mercado regulado, fundos de índice (ETFs) de criptomoedas. Atualmente o mercado nacional conta com dez opções de ETFs cripto.

Ela ainda lembrou que B3 aceita o registro de operações de derivativos de balcão e Certificados de Operações Estruturadas (COE) referenciadas em ativos vinculados a criptoativos, como contratos futuros de criptoativos negociados em bolsa regulada, índices, Fundos de criptoativos, além dos próprios ETFs.

Em janeiro, Jochen Mielke de Lima, diretor de tecnologia da informação da B3, já havia informado que a bolsa planejava lançar novos projetos com criptomoedas, incluindo futuros de Bitcoin e Ethereum (ETH) entre 2022 e 2023.

Nesta segunda-feira (16), a companhia lançou o L4 Venture Builder, um fundo com capital de R$ 600 milhões para investimentos no ecossistema de inovação em empreendedorismo.

O fundo selecionará projetos em negócios com alto potencial de crescimento em diversos setores, incluindo tokenização de ativos.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe