Em mercados / acoes-e-indices

Mesmo com dois grandes eventos, Bolsa entra em modo “Copa + Feriado”; Embraer afunda novamente

Relatório de Emprego e guerra comercial estão agitando o mercado nesta sexta-feira

trader copa
(Shutterstock)

SÃO PAULO - Em um dia promete ser de baixa liquidez por conta dos dois jogos das quartas de final da Copa do Mundo e o feriado em São Paulo na segunda-feira (9), Ibovespa e dólar estão bastante voláteis justamente pela falta de volume, o que acaba ofuscando os potenciais efeitos da guerra comercial e do Relatório de Emprego dos EUA na Bolsa.

Os Estados Unidos abriram 202 mil vagas de emprego em junho, ligeiramente acima dos 195 mil novos postos de trabalho projetados pelo mercado. Enquanto isso, a taxa de desemprego subiu para 4,0%, enquanto esperava-se manutenção em 3,8% no período, ao passo que os ganhos médios por hora recuaram de 0,3% para 0,2% na passagem mensal, ficando abaixo da expectativa (+0,3%) e indica uma menor pressão de custo para as empresas, o que implica em uma menor pressão inflacionária e deixa o Fed "tranquilo" em aumentar gradualmente os juros.

Essa percepção chegou animar os investidores, inclusive levando o dólar para o campo negativo, mas, com a abertura das bolsas dos EUA, o mercado perdeu força e os receios com o início da guerra comercial tiram o apetite pelo risco. Após várias semanas de discussões e temores no mercado, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, confirmou que a partir de meia-noite de quinta para sexta-feira (6) começa a valer as tarifas de US$ 34 bilhões para bens chineses, dando início assim à tão temida "guerra comercial". A China já havia informado que iria retaliar esta atitude e o risco é que daqui para frente ocorra uma grande disputa que pode prejudicar toda a economia mundial.

A partir de 00h01 desta sexta-feira, as autoridades alfandegárias norte-americanas deverão começar a cobrar tarifas de 25% sobre as importações chinesas de mercadorias, de arados agrícolas a semicondutores e partes de aviões. É a primeira vez que os EUA impõem tarifas diretas aos produtos chineses após meses em que Trump acusou Pequim de roubar propriedade intelectual americana e inchar injustamente o déficit comercial dos EUA. Trump diz que as medidas têm como objetivo beneficiar as empresas americanas, que, segundo sua visão, poderiam se tornar mais competitivas. Além das taxas atuais, uma segunda parte dos bens avaliados em US$ 16 bilhões foi confirmada por Trump pra daqui duas semanas.

A China dará início à sua retaliação já nesta sexta, com tarifas que, inicialmente, afetarão o equivalente a US$ 30 bilhões em produtos americanos. Entre os produtos estão veículos, alimentos e produtos agrícolas, como a soja, o que afetará bastante os agricultores americanos.

BC de olho no dólar

Após o dólar atingir sua maior cotação em dois anos gerando comentários de que mercado poderia estar testando o BC, que não tem feito leilões extraordinários de swap, o mercado fica de olho nos próximos passos da autoridade monetária. Em entrevista à GloboNews, Ilan Goldfajn, afirmou que o objetivo da instituição no câmbio é "dar tranquilidade", e não determinar um patamar para o dólar. "Nosso papel é oferecer tranquilidade, mas não determinar o que ocorrerá no câmbio", disse Goldfajn, citando ainda as reservas internacionais, consideradas por ele como um "seguro" para o País.

Ao ser perguntado a respeito do uso de swaps cambiais para segurar a taxa de câmbio nos próximos meses, durante a campanha eleitoral, Goldfajn afirmou que o BC vai oferecer tranquilidade para que os preços de ativos reflitam a realidade brasileira: "vamos tentar oferecer para o Brasil o uso de nossos amortecedores, para gerar maior tranquilidade", pontuou.  Enquanto o BC não atua, a moeda segue sua disparada nesta sexta-feira depois de oferecer nova compra ao superar R$ 3,93 e se recupera depois da queda após o Relatório de Emprego. Neste momento, os contratos futuros com vencimento em agosto sobem 0,30%, aos R$ 3,955.

Leia também:
- Atenção, traders: veja os riscos de operar na Bolsa durante os jogos do Brasil
- Ibovespa deixa sinal de topo e dólar oferece nova oportunidade de compra
- Copa do Mundo: como assistir ao jogo Brasil x Bélgica na TV e online

Destaques do mercado

Do lado negativo, destaque para a forte queda das ações da CVC, após os dados operacionais do segundo trimestre, como as ações da Embraer seguem em forte queda, ainda refletindo a joint venture com a Boeing. Enquanto isso, os papéis da Suzano sobem e acompanham mais um dia alta do dólar.

As maiores altas dentre as ações que compõem o Ibovespa são:

C?d. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 GOLL4 GOL PN N2 11,07 +4,34 -24,18 19,19M
 KROT3 KROTON ON 10,80 +2,86 -40,33 32,58M
 BRFS3 BRF SA ON 21,88 +2,00 -40,22 43,85M
 NATU3 NATURA ON 30,23 +1,55 -7,67 5,95M
 GOAU4 GERDAU MET PN 6,94 +1,46 +20,48 19,89M

As maiores baixas dentre as ações que compõem o Ibovespa são:

C?d. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 CVCB3 CVC BRASIL ON 40,72 -6,11 -14,77 33,84M
 EMBR3 EMBRAER ON 22,10 -4,33 +11,04 115,11M
 BTOW3 B2W DIGITAL ON 27,37 -3,42 +33,51 12,17M
 VVAR11 VIAVAREJO UNT N2 16,94 -3,42 -30,69 23,24M
 MULT3 MULTIPLAN ON EJ N2 55,47 -2,10 -21,00 8,73M
* - Lote de mil a??es
1 - Em reais (K - Mil | M - Milh?o | B - Bilh?o)

Notícias do dia
As alianças para as eleições seguem movimentando o noticiário dos jornais. Em destaque, o presidente da Câmara dos deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que, apesar da maior afinidade histórica com o PSDB, hoje seu partido estaria mais próximo de fechar um acordo nacional com o PDT, em razão das alianças e palanques regionais.

"Ele faz um discurso inteligente e, quando fala de equilíbrio fiscal, ele fala o que a gente fala; muitos diretórios regionais veem Ciro como boa alternativa", acrescentou Maia. O presidente da Câmara afirmou que há premissas básicas para o DEM apoiar um candidato, que incluem a defesa da redução de gastos, controle das despesas e reforma da Previdência com idade mínima.

Veja mais:
- Futuro da candidatura de Alckmin é prato principal de jantar em Brasília
Bagunça na esquerda mantém probabilidade de vitória de candidato de centro
- Investidores trocam Ciro por Marina em segundo turno, mas mantêm Bolsonaro favorito, mostra sondagem XP

Atenção ainda para o anúncio do governo Michel Temer, que assinou a MP com Rota 2030 e prevê geração de empregos. O programa envolve política industrial para o setor automotivo no médio prazo, executado ao longo de 3 ciclos de investimentos, por 15 anos. Serão concedidos créditos tributários de 10,2% que poderão ser usados no abatimento de IRPJ e CSLL. Por fim, Temer escolheu o ministro Eliseu Padilha para assumir interinamente o cargo de ministro de Trabalho, após o STF afastar Helton Yomura do cargo. Padilha acumulará o posto com o de ministro da Casa Civil.

Clear oferece a menor corretagem do Brasil; Clique aqui e abra sua conta

Contato