Destaques da Bolsa

Ações da Cielo disparam 14%; varejistas, shoppings e “techs” sobem forte com alívio nos juros; GPA e Assaí caem

Confira os destaques da B3 na sessão desta sexta-feira (8)

SÃO PAULO – A sessão foi de fortes ganhos para o Ibovespa, ainda que fechando longe das máximas do dia, com os investidores repercutindo os dados de emprego nos EUA abaixo do que o esperado podendo adiar o “tapering” (redução de estímulos) nos EUA e a inflação medida pelo IPCA alta, mas abaixo do projetado no Brasil.

Além disso, boas notícias após a volta da operação na China. O minério de ferro de Dalian, na China, atingiu a máxima de um mês no fraco comércio desta sexta-feira, após feriado de uma semana na China, com participantes do mercado otimistas com as perspectivas de demanda pelo material da maior produtora de aço do mundo.

O minério de ferro mais negociado na Bolsa de Commodity de Dalian atingiu mais cedo 769 iuanes, o maior valor desde 6 de setembro, com alta de mais de 5%. As ações de Vale (VALE3, R$ 79,85, +0,62%) chegaram a subir 3,13% na máxima do dia, mas fecharam com leve alta.

Os maiores destaques acabaram ficando para siderúrgicas, caso de Usiminas (USIM5, R$ 16,55, +4,95%), que avançou cerca de 5%, enquanto CSN (CSNA3, R$ 28,32, +3,09%) e Gerdau (GGBR4, R$ 27,18, +1,08%) tiveram altas mais modestas.

Multiplan (MULT3, R$ 20,25, +6,30%) saltou mais de 6%, com o setor de shopping centers como um todo entre os destaques positivos, diante de alívio na curva de juros, que beneficiava vários ativos ligados ao mercado doméstico. Iguatemi (IGTA3, R$ 33,00, +6,62%), brMalls (BRML3, R$ 8,41, +6,59%) e JHSF (JHSF3, R$ 5,88, + 6,14%) também avançaram mais de 6%.  Varejistas também avançaram forte, como Magazine Luiza (MGLU3, R$ 14,97, +6,70%), Via (VIIA3, R$ 8,06, +3,47%) e Americanas (AMER3, R$ 33,74, + 5,80%) em forte alta.

O alívio também se estende para as ações de techs, como Banco Pan (BPAN4, R$ 15,73, +6,07%), Banco Inter (BIDI11, R$ 50,01 7,41%), Méliuz (CASH3, R$ 5,65, +3,86%), além de Mosaico (MOSI3, R$ 12,89 8,14%), em uma semana de forte volatilidade para o setor.

Mas o grande destaque, fica mesmo para a Cielo (CIEL3, R$ 2,64, +14,29%), que chegou a saltar 16% com uma forte entrada de fluxo comprador, ainda que sem uma notícia específica sobre o papel, que ainda acumula baixa de mais de 30% no ano. No evento BTG Invest Talks da última quarta-feira, Luiz Barsi, um dos maiores investidores pessoa física do Brasil, destacou que está reforçando a sua aposta na ação (entre outros ativos). Ele ainda ressaltou que a ação está barata e ainda teceu críticas ao grande volume de ações alugadas no papel.

Enrico Cozzolino, analista da Levante Ideias de Investimentos, aponta que os dados de IPCA abaixo do esperado reacendem as questões sobre ganho no varejo, o que também impulsiona o papel. Ele também cita a especulação que ganhou força no mercado nos últimos dias sobre uma eventual fusão entre Banco Inter e Stone, o que poderia levar a uma reprecificação para as ações da Cielo. “Por mais que a Cielo venha perdendo participação de mercado, há uma base de dados e de receitas que vai além das maquininhas, levando assim a um limite de preços, de desvalorização”.

PUBLICIDADE

A Ecorodovias (ECOR3, R$ 9,62, +8,82%) também teve forte alta. O volume de tráfego consolidado nas rodovias administradas pela EcoRodovias subiu 10,7% em setembro na comparação com o mesmo período de 2020. O número consolidado passou de 31.484 para 34.865 veículos, segundo os dados prévios divulgados pela concessionária nesta quinta-feira, 7. Levando em conta somente o total comparável, excluindo a Ecovias do Cerrado, o movimento foi de 32.154 automóveis, avanço de 2,1% na base anual.

Na ponta negativa do Ibovespa, só 6 dos 91 papéis fecharam com queda.

O Assaí (ASAI3, R$ 18,30, -3,28%) caiu mais de 3%, seguido por GPA (PCAR3), após a Cnova  empresa na qual o GPA detém uma participação de 34%, adiar um plano para levantar capital e afirmar que não poderia mais confirmar a projeção financeira dada em junho devido às condições desafiadoras de negócios no terceiro trimestre.

Entre outras baixas, estiveram os BDRs da XP (XPBR31, R$ 220,63, -4,70%), Klabin (KLBN11, R$ 22,40 -0,58%), Suzano (SUZB3, R$ 49,31, -0,24%) e BRF (BRFS3, R$ 26,33, -0,19%)

Confira mais destaques:

Vale (VALE3)

A Vale informou na quinta-feira que uma decisão judicial em caráter liminar determinou o retorno imediato das atividades de mineração de Onça Puma, no Pará, que haviam sido paralisadas após a suspensão da licença de operação pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade.

Também na quinta, a empresa informou que conseguiu fechar acordos de indenização com familiares de todos os trabalhadores, próprios ou terceirizados, vítimas do desastre com uma barragem de rejeitos de minério de ferro em Brumadinho (MG), com os valores envolvidos somando R$ 1,1 bilhão.

Para isso, foram 680 acordos desde 2019, envolvendo 2.400 pessoas, informou a companhia à agência internacional de notícias Reuters. Isso não significa que novos acordos com familiares não possam ser fechados. O colapso da barragem despejou uma onda de rejeitos de mineração, que deixou um total de 270 mortos, sendo 250 funcionários.

PUBLICIDADE

Também na quinta, o CEO da Vale, Eduardo Bartolomeo, afirmou no Financial Times Mining Summit que a empresa não está olhando para um “spin-off” (cisão) no curto prazo da unidade de metais básicos. Mais tarde, a Vale afirmou que a unidade precisa ser “transformada” antes que o plano de longa data possa ser executado.

Camil (CAML3)

A Camil teve lucro líquido de R$ 106,5 milhões no segundo trimestre do exercício 2021, iniciado em março, uma baixa de 23,2% na comparação ante os R$ 138,6 milhões obtidos em igual período do ano fiscal 2020.

A receita líquida subiu 16% na base anual, a R$ 2,22 bilhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) totalizou R$ 191,1 milhões, 7,9% abaixo na comparação anual, com margem Ebitda [Ebitda sobre receita líquida) de 8,6%, queda de 2,2 pontos percentuais.

Wilson Sons (WSON33)

A Wilson Sons informou que ações da WS SA na B3 estreiam em 25 de outubro.

Klabin (KLBN11)

A Klabin contratou US$ 500 milhões em crédito rotativo com custo menor e com vencimento em 2026.

A companhia informou que títulos têm metas de sustentabilidade, custo será de entre 0,36% aa e 0,38% ao ano, e caso a linha seja sacada, entre libor +1,20% ao ano e libor +1,25% ao ano.

A linha de crédito substitui crédito de US$ 500 milhões com vencimento em 2023 que tem custo de 0,41% ao ano e custo sacado de libor +1,35% ao ano.

Brasil Agro (AGRO3)

PUBLICIDADE

A BrasilAgro anunciou na quinta-feira a venda da Fazenda Alto Taquari, em Mato Grosso, por R$ 589 milhões, na maior negociação da história da companhia, à medida que os preços de commodities agrícolas, especialmente da soja, impulsionam os negócios imobiliários da empresa.

A propriedade de 3.723 hectares, sendo 2.694 hectares úteis, foi vendida por um preço 65% superior à avaliação da própria empresa, divulgada no último balanço, em agosto, informou a companhia em fato relevante.

Mas a dimensão do negócio fica mais clara –assim como o impacto dos preços das commodities agrícolas na valorização das terras– quando se compara o valor que a BrasilAgro pagou, em 2007, pela área da fazenda vendida: apenas cerca de 30 milhões de reais.

Azul (AZUL4)

A Azul divulgou os resultados preliminares de tráfego de setembro. O tráfego de passageiros consolidado (RPKs) cresceu 120,1% ante setembro de 2020. A capacidade (ASKs), por sua vez, apresentou um salto de 122,3% na mesma base de comparação. A taxa de ocupação em relação a setembro de 2020 caiu 0,8 ponto porcentual, passando a 79,4%. Na comparação com setembro de 2019, houve recuos de, respectivamente, 10,6% e 6,2%, enquanto a taxa de ocupação caiu 3,9 pontos.

O tráfego de passageiros doméstico cresceu 125,6% em relação a setembro de 2020, enquanto a capacidade apontou uma expansão de 126,7%, resultando em uma taxa de ocupação de 80,3%, recuo de 0,4 ponto porcentual comparado com o mesmo período de 2020. Ante setembro de 2019, o tráfego doméstico registrou alta de 8,7%, com a capacidade subindo 11,1%, resultando em uma queda de 1,8 ponto na taxa de ocupação (82,1%).

Já no segmento internacional, o tráfego de passageiros cresceu 53,6% no comparativo com o mesmo mês do ano anterior, enquanto a capacidade aumentou 72,8%. Com isso, a taxa de ocupação do segmento ficou em 66,3%, indicando retração de 8,3 pontos porcentuais. Na comparação com setembro de 2019, o tráfego caiu 78,5% e a capacidade foi 71,6% menor, com taxa de ocupação de 87,7%, recuo de 21,4 pontos.

Portobello (PTBL3)

A fabricante catarinense de revestimentos cerâmicos Portobello anunciou nesta quinta-feira que seu conselho de administração aprovou investir 160 milhões de dólares para construir uma fábrica no Tennessee, nos Estados Unidos.

A Portobello afirmou que, concluída a construção, que vai consumir metade do investimento e está prevista para o fim de 2022, fará um arrendamento de 20 anos do edifício.

Ambev (ABEV3)

A fabricante de bebidas Ambev anunciou na quinta-feira a compra de 150 caminhões elétricos da fabricante chinesa JACMotors. Segundo comunicado, os veículos serão entregues até o fim do ano e se somam a 100 caminhões elétricos encomendados pela empresa junto à Volkswagen. No total, a frota de caminhões elétricos da Ambev soma 250 veículos em cerca de 20 cidades do país. A Ambev não informou o valor da encomenda feita à JAC. As compras fazem parte da meta da Ambev de ter metade da frota dedicada composta por caminhões elétricos até 2025.

Ecorodovias (ECOR3)

O volume de tráfego consolidado nas rodovias administradas pela EcoRodovias subiu 10,7% em setembro na comparação com o mesmo período de 2020. O número consolidado passou de 31.484 para 34.865 veículos, segundo os dados prévios divulgados pela concessionária nesta quinta-feira, 7. Levando em conta somente o total comparável, excluindo a Ecovias do Cerrado, o movimento foi de 32.154 automóveis, avanço de 2,1% na base anual.

O Bradesco BBI afirmou que a Ecorodovias apresentou dados fortes sobre tráfego em setembro de 2021. O volume de tráfego em estradas de pedágio ficou acima dos níveis de 2019 pelo quinto mês seguido, com alta de 6% em comparação com 2019, ano anterior aos efeitos da pandemia. Além disso, o ritmo de recuperação acelerou em 2,18 pontos percentuais em relação a agosto de 2021. O banco ressalta que o tráfego foi impulsionado pelo feriado da Independência de 7 de setembro ter caído em uma terça neste ano, enquanto que, em 2019, ocorreu em um sábado. Além disso, o banco ressalta que o tráfego não sofreu impacto significativo da greve dos caminhoneiros. Assim o banco mantém avaliação outperform para a Ecorodovias, com preço-alvo para 2022 em R$ 18.

Méliuz (CASH3)

Em parceria com a Captalys, o Méliuz passará a oferecer, a partir de 2022, um novo cartão com sua marca. Unindo as duas expertises, o Méliuz será o motor de crédito, aplicando sua inteligência e conhecimento do seu cliente ao negócio, enquanto a Captalys entra com a infraestrutura e o financiamento da operação.

Dotz (DOTZ3)

A Dotz divulgou prévia operacional no terceiro trimestre de 2021, com alta das vendas brutas de mercadorias (GMV, na sigla em inglês) no marketplace de 76%, a R$ 231 milhões no acumulado do ano. O crescimento da receita por usuário foi de 30%, de R$ 21,29 para R$ 27,58.

Grendene (GRND3)

A Grendene firmou parceria para a constituição de uma joint venture com a gestora 3G Radar. A joint venture terá como objetivo distribuir e comercializar os produtos da Grendene no mercado internacional.

A joint venture com sede no Reino Unido a ser denominada “Grendene Global Brands Limited” tem objetivo de
distribuição e comercialização dos produtos da Grendene em determinados mercados internacionais. A parceria será controlada e gerida pela 3G Radar, a qual deterá 50,1% do capital social da JV e indicará 3 membros do seu conselho de administração, enquanto a Grendene deterá 49,9% do capital social da JV e indicará 2 membros do seu conselho de administração.

“A companhia e a JV celebraram um Acordo Master de Distribuição e Franquia (“MFDA”) para regular a venda dos produtos da Grendene no  exterior, seja diretamente pela JV ou por meio de terceiros, bem como para realizar a gestão da rede de distribuição terceirizada dos produtos Grendene no exterior, em ambos os casos para a venda ao varejo, a intermediários em geral ou ao consumidor final”, destacou a empresa.

Conforme previsto no acordo de acionistas, a companhia e a 3G Radar contribuirão na JV o montante total de US$ 50 milhões, na proporção de suas respectivas participações, até 30 dias contados da data de assinatura do Acordo de Acionistas.

Hapvida (HAPV3)

O Conselho de Administração da Hapvida aprovou a realização da 2.ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, da Companhia, no valor total de R$ 2 bilhões.

As Debêntures contarão com garantia fidejussória, na forma de fiança, outorgada por sua subsidiária Ultra Som Serviços Médicos e serão objeto de distribuição pública com esforços restritos de colocação, nos termos da Instrução da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) n.º 476, de 16 de janeiro de 2009, sob regime de garantia firme de colocação para a
totalidade das Debêntures (Oferta Restrita).

Ambipar (AMBP3)

A Environmental ESG, subsidiária da Ambipar, suspendeu sua oferta pública inicial de ações em meio a condições deterioradas do mercado. Bradesco BBI, Santander Brasil e UBS BB coordenavam a oferta.

O aumento da volatilidade do mercado de ações levou uma série de empresas brasileiras a cancelar ou adiar planos de abertura capital ao longo das últimas semanas.

(com Estadão Conteúdo e Reuters)

Analista da Clear apresenta plano detalhado para começar a construir uma renda diária utilizando a Bolsa de Valores. Inscreva-se grátis.