Entrevista

Eletrobras, BR Distribuidora e Americanas: as oportunidades vistas pela Navi em meio à queda da Bolsa

Waldir Serafim, sócio da Navi, fala em vídeo sobre as mudanças feitas pela gestora para enfrentar a crise provocada pela pandemia do coronavírus

SÃO PAULO – No começo do ano, muitos analistas e gestores de fundos estavam otimistas com a Bolsa brasileira, em razão da queda dos juros e da perspectiva de recuperação da economia.

A crise provocada pela pandemia do coronavírus mudou radicalmente o cenário (embora a perspectiva de corte de juros continue). E os gestores tiveram de se adaptar.

PUBLICIDADE

A gestora Navi, especializada em ações, aproveitou a queda da Bolsa para comprar papéis que ficaram baratos e se tornaram oportunidades em meio à crise, como Eletrobras e BR Distribuidora.

Também aproveitou para investir em ações de empresas que devem se beneficiar das tendências aceleradas pela quarentena, como Lojas Americanas, com sua operação de comércio eletrônico.

Os motivos são explicados por Waldir Serafim, sócio da Navi, na entrevista que pode ser assistida no link acima.

A entrevista faz parte da série VRB Talks, organizada pelo fundo VRB em parceria com InfoMoney, XP Investimentos, UBS Consenso, Tera Capital e a Turim MFO.

Os gestores Rodrigo Azevedo (Ibiúna), Fabio Spinola (Apex) e Florian Bartunek (Constellation) já foram entrevistados.

Nas próximas semanas, também como parte dessa iniciativa do VRB, haverá lives com Rogério Xavier (SPX), Marco Aurélio Freire (Kinea), Mauricio Bittencourt (Velt), Bernardo Feijó (Kapitalo), Gustavo Daibert e Thiago Mendez (ambos da Bahia Asset), Bruno Garcia (Truxt) e outros.

PUBLICIDADE

O plano de previdência do VRB e o VRB Multimercado investem nos fundos desses gestores.

Quer viver do mercado financeiro ou ter renda extra? Experimente de graça o curso do Wilson Neto, um dos melhores scalpers do Brasil