Contas públicas

Superávit do setor público cresce para R$ 38,9 bilhões em abril

Superávit primário do setor público consolidado atingiu R$ 137,4 bilhões em 12 meses (1,52% do PIB), e a dívida líquida caiu de 58,2% para 57,9% do PIB

Por  Equipe InfoMoney -

O setor público registrou um superávit primário de R$ 38,9 bilhões em abril, uma forte alta em relação ao desempenho positivo de R$ 24,3 bilhões de abril de 2021, segundo dados divulgados pelo Banco Central nesta terça-feira (31).

O resultado é o melhor para o mês da série histórica e ficou acima das projeções do mercado (R$ 30,1 bilhões).

O governo central teve um superávit de R$ 29,6 bilhões e os governos regionais, de R$10,3 bilhões, enquanto as empresas estatais foram deficitárias em R$1,0 bilhão no mês passado.

Com isso, o superávit primário do setor público consolidado atingiu R$ 137,4 bilhões em 12 meses (o equivalente a 1,52% do PIB) e a dívida líquida caiu 0,3 ponto percentual, de 58,2% do PIB em março para 57,9% em abril (R$5,2 trilhões).

A dívida bruta do governo geral atingiu 78,3% do PIB em abril, uma redução de 0,2 ponto percentual ante março (78,5%).

Juros da dívida

O resultado primário do governo considera todas as receitas e despesas, excluindo os juros da dívida pública. Incluindo os juros de R$ 79,9 bilhões em abril, o resultado nominal do setor público consolidado foi deficitário em R$ 41 bilhões.

No acumulado em doze meses, os juros nominais somam R$ 489,4 bilhões (5,42% do PIB), contra R$ 282,7 bilhões há um ano (3,60% do PIB), e o déficit nominal atingiu R$ 352 bilhões (3,9% do PIB).

9 formas de transformar o seu Imposto de Renda em dinheiro: um eBook gratuito te mostra como – acesse aqui!

Leia mais:

Compartilhe