Defesa do consumidor

Buenos Aires adere a projeto piloto de defesa do consumidor turista

O projeto visa atender de forma padronizada o consumidor turista que tiver algum problema de consumo durante a estadia no país visitante

SÃO PAULO – A Argentina, por meio da cidade de Buenos Aires, é o quarto país a participar do Projeto Piloto de Atenção ao Consumidor Turista e Visitante, lançado pela Secretaria Nacional do Consumidor no início do ano. O projeto visa atender de forma padronizada o consumidor turista que tiver algum problema de consumo durante a estadia no país visitante.

Para isso, basta enviar um formulário para o órgão de proteção ao consumidor do local onde ocorreu o conflito e o da residência do consumidor estarão em permanente contato até o resultado final da reclamação.

Além de Buenos Aires, participam do projeto as cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Montevidéu e Punta del Leste, Caracas e Estado Vargas.

PUBLICIDADE

Próximo passo
Segundo o Ministério da Justiça brasileiro, a proteção dos consumidores turistas estrangeiros promove a criação de uma rede global, com a cooperação internacional e mútua assistência, o que permite a solução da maioria dos casos e problemas de consumidores no país de destino do turista e o acesso à justiça e orientação para turistas estrangeiros.

O ministério afirma ainda que o próximo será a aprovação da convenção por todos os países membros da Conferência da Haia, que é uma organização intergovernamental com mais de 120 países que representam todos os continentes, que mescla de diversas tradições jurídicas, desenvolve e oferece instrumentos jurídicos multilaterais que correspondem às necessidades mundiais.