Black Friday: veja passo a passo para aproveitar ao máximo suas milhas ou pontos no cartão para viajar

Quer aproveitar ao máximo as ofertas e parar de adiar aquela viagem? Veja dicas

Heloísa Brenha

Restrições de voo, companhias aéreas quebrando, países com entrada banida para turistas. Há menos de dois anos, a pandemia de Covid-19 adiava os sonhos de viagem de muita gente por tempo indeterminado. Mas agora, passada a fase mais crítica da crise sanitária, e com a cobertura vacinal se expandindo no Brasil e no mundo, já dá para voltar a sonhar.

Masterclass Gratuita

Rota Liberdade Financeira

Aprenda a investir e construa um patrimônio do zero com o treinamento exclusivo do InfoMoney

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Segundo os dados oficiais, 4 em cada 5 brasileiros estão com o esquema vacinal completo, e praticamente metade da população já tomou pelo menos uma dose de reforço da vacina contra o Sars-Cov-2. Outro fator que vem abrindo o céu para os viajantes brasileiros é a chegada da Black Friday.

No dia 25, a grande sexta-feira promocional do ano terá ofertas antecipadas para quem quer utilizar suas milhas ou pontos acumulados no cartão de crédito seja em passagens aéreas, seja em compras variadas.

Quer aproveitar ao máximo as ofertas e parar de adiar aquela viagem? O InfoMoney preparou um passo a passo para você usar seu saldo nos programas de milhas ou de pontos no cartão para resgatar, acumular ou até mesmo ganhar dinheiro com suas milhas nesta Black Friday. Confira:

Milhas

1 – Descubra qual o seu programa e o seu saldo de milhas ou pontos

Os programas de milhas ou pontos funcionam como programas de fidelidade, ou seja, têm por objetivo incentivar o cliente a continuar comprando de determinada empresa. Basicamente, eles depositam milhas ou pontos em uma conta a cada compra realizada em uma companhia aérea parceira ou no cartão de crédito, que podem depois ser trocados por descontos ou outros benefícios.

As milhas ou pontos acumulados podem reduzir ou até cobrir 100% o valor de bilhetes de avião e de uma imensa gama de produtos e serviços. Isso porque os programas de milhas ou pontos no geral possuem parcerias com empresas de e-commerce, de hospedagem, de locação de veículos e de diversos outros produtos e serviços, de eletrodomésticos a entradas para shows.

Os programas de milhas costumam ser oferecidos por companhias aéreas, e os de pontos, por bancos, sem custo adicional para o cliente (veja tabela a seguir). É comum eles oferecerem upgrades de categoria, que funcionam como clubes de assinatura, nos quais o cliente paga uma quantia mensal para ter acesso a mais benefícios, como promoções exclusivas e bônus de milhas ou pontos todo mês.

Top 10 programas de milhas ou pontos no Brasil, segundo o serviço de recomendações MyBest

Empresa Programa Tipo Companhias aéreas participantes Categorias Nota geral no ReclameAQUI
(em 07/2022)
Nota do consumidor no ReclameAQUI
(em 07/2022)
LIVELO Clube Livelo Pontos 750 Classic, Plus, Super, Mega e Top 8,3/10 7,22/10
GOL Smiles Milhas 60 Smiles, Prata, Ouro e Diamante 7,5/10 6,03/10
AZUL TudoAzul Pontos 45 Básico, Topázio, Safira e Diamante 8,5/10 7,58/10
LATAM LATAM Pass Pontos Não informado Inicial, Gold, Gold Plus, Platinum, Black e Black Signature 6,9/10 5,43/10
BANCO DO BRASIL Ponto pra Você Pontos Não informado Não possui 7,0/10 5,71/10
ITAÚ Iupp Itaú Pontos Não informado Não possui 8,4/10 7,22/10
SANTANDER Santander Esfera Pontos 60 Não possui 6,9/10 5,55/10
AMERICAN AIRLINES AAdvantage Milhas 41 Gold, Platinum, Platinum Pro e Executive Platinum Não possui Não possui
AIRFRANCE Flying Blue Milhas 4 Explorer, Silver, Gold e Platinum Não possui Não possui
AVIANCA AIRLINES LifeMiles Milhas 26 (Star Alliance) Red Plus, Silver, Gold e Diamond Não possui Não possui

A conta inicial no programa costuma ser gratuita e já vir atrelada ao seu cadastro de cliente na companhia aérea ou instituição financeira. Sendo assim, ela geralmente vem vinculada ao seu e-mail ou CPF e rende créditos automaticamente conforme você gasta com voos ou no cartão de crédito.

No geral, esses programas pedem um cadastro, mas se você não tem certeza se já está cadastrado em algum deles, o primeiro passo é descobrir.

Consulte o site ou aplicativo da companhia aérea pela qual viajou e descubra o programa de fidelidade associado a ela. Faça o mesmo para o banco do seu cartão de crédito. Visite, então, a página de cada programa e tente fazer login utilizando os seus dados. Geralmente, pede-se CPF ou e-mail, e há uma opção para recuperar ou redefinir a sua senha, se for o caso.

Caso já tenha um cadastro, você conseguirá acessar sua conta no programa e consultar tanto o seu saldo de milhas ou pontos como um extrato detalhado com o histórico de lançamentos. Confira se está tudo em ordem, isto é, se os créditos foram acumulados de acordo com o regulamento do programa e com suas compras, e se há milhas ou pontos prestes a vencer.

Se o site informar que você ainda não tem cadastro, crie um e faça login. Pode já haver lançamentos na sua conta. Não havendo, provavelmente o programa não estava ativo antes, mas a partir de agora passará a acumular milhas ou pontos para você. Para se certificar, procure o regulamento e, se necessário, os canais de atendimento do programa.

O mais importante é sair deste primeiro passo sabendo em qual ou quais programas de milhas ou pontos está cadastrado e seu saldo em cada um deles.

Se estiver começando do zero, tudo certo também: A partir de agora, suas compras de passagens aéreas ou no cartão vão render milhas ou pontos na sua conta. Entre nela periodicamente para acompanhar os lançamentos e o valor do seu saldo, e vá acumulando.

Na Black Friday, alguns programas inclusive aceleram esse acúmulo, aumentando a paridade de pontos/milhas ganhos a cada real gasto. A Livelo, por exemplo, está dando até 15 pontos a cada 1 real gasto em algumas de suas lojas parceiras.

2 – Use seu saldo em passagens aéreas ou em outras ofertas

O objetivo dos programas de milhas e pontos é o mesmo do da Black Friday: Incentivar você a comprar. Para não cair no impulso e gastar à toa, o segredo é se planejar. Comece fazendo uma lista (finita!) dos itens que precisa ou deseja mesmo comprar, bem como das viagens que colocou no topo da lista durante a quarentena, e que agora pode fazer.

Se a prioridade for viajar, confira o calendário de 2023: As melhores ofertas de voos geralmente são para datas e destinos menos disputados no ano que vem. Uma boa pedida é usar os feriados nacionais para viajar para fora do país, e as folgas ou férias para viajar pelo Brasil, em datas alternativas. E, claro, quanto maior a antecedência, mais baratos os voos.

Na reta final para a Black Friday, a LATAM, por exemplo, está anunciando descontos de até 40% em pacotes turísticos para diversos destinos domésticos e internacionais, que podem ser adquiridos com pontos. Já os clientes Smiles podem usar suas milhas para comprar passagens até 65% mais baratas.

Para ficar por dentro das ofertas e saber se elas são realmente boas, confira os valores das passagens aéreas em plataformas como Skyscanner e Google Voos, que ajudam a comparar os preços e a identificar ofertas alternativas. Vale também criar alertas de promoções de passagens em aplicativos como o Voopter, bem como seguir as redes sociais das companhias aéreas.

3 – Não deixe suas milhas ou pontos vencerem

Não, suas milhas ou pontos dificilmente duram para sempre. Alguns programas podem oferecer uma extensão de validade, dependendo da categoria do cliente ou se ele participa de algum clube de vantagens. Mas, na maioria dos casos, as milhas ou pontos vencem de 24 a 36 meses após a data de seu lançamento.

Se você checou o seu extrato ou recebeu um e-mail do seu programa avisando que tem milhas ou pontos prestes a expirar, e não quer gastá-los em compras agora, não vacile: Você pode manter ou vender esse crédito seja na Black Friday, seja depois dela:

  1. Transferir – Você pode transferir suas milhas ou pontos que estão caducando do seu programa atual para uma programa parceiro onde você também tenha conta. Fazendo isso, a validade das milhas ou dos pontos costuma ser renovada de acordo com as regras do novo programa e da data de transferência. É uma ótima opção, principalmente, na Black Friday, em que os programas de milhas e pontos quase sempre fazem promoções de transferência bonificada entre si. Até há pouco, a Livelo e o Smiles, por exemplo, estavam dando até 100% de bônus na transferência dos pontos de um para as milhas do outro. O TudoAzul também, pagando até 120% de bônus sobre os pontos transferidos de qualquer programa de fidelidade, exceto o da Livelo. Típicas da Black Friday, essas “ofertas-relâmpago” ficam ativas por apenas 24 ou 48 horas. É preciso, portanto, visitar o site ou as redes sociais dos programas com regularidade para conseguir aproveitar.
  2. Vender – Existem formas de você vender as suas milhas ou pontos que estão vencendo. Uma é pelos próprios programas. A Livelo, por exemplo, tem um recurso para o cliente conferir a taxa de conversão de parte ou da totalidade de seus pontos, e solicitar a transferência de algum volume em dinheiro para a sua conta corrente. No entanto, essa cotação tende a ser mais baixa do que a de outros sites, que compram milhas ou pontos para depois emitir passagens aéreas mais baratas para seus clientes. Dois dos mais famosos são o Hotmilhas e o Maxmilhas, onde você também pode cotar quanto vale suas milhas ou pontos e, de quebra, fazer uma graninha.