Black Friday: Magazine Luiza dá descontos de até 60% e vê salto nas vendas de ar-condicionado

Compras podem ser parceladas e, para milhares de produtos, o frete será gratuito

Maria Luiza Dourado

Fonte: ri.magazineluiza.com.br

Publicidade

Nesta sexta-feira (24), dia oficial da Black Friday, a Magazine Luiza oferece produtos com até 80% de desconto e frete grátis.

As compras podem ser parceladas em até 10 vezes sem juros e, para milhares de produtos, o frete será gratuito em compras acima de R$ 79 feitas no app.

Durante todo o mês de novembro, a Magalu vem oferecendo descontos e promoções-relâmpago, chamadas de “Agora ou Nunca”, com descontos exclusivos em itens selecionados. E assim como no restante do mês, hoje todas as categorias, de eletroeletrônicos a tecnologia, moda, esportes e beleza e alimentos e bebidas, integram as promoções.

Masterclass Gratuita

Rota Liberdade Financeira

Aprenda a investir e construa um patrimônio do zero com o treinamento exclusivo do InfoMoney

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

A companhia conta com 300 mil sellers do marketplace, que utilizam apenas a plataforma da Magazine Luiza, mas vendem o próprio estoque de produtos.

Entre as promoções destacadas no site da Magazine Luiza, estão:

Com o objetivo de acelerar as entregas dos pedidos da Black Friday, a Magazine Luiza investiu para ter sua maior operação de fullfiment, nome do modelo implementado em centros de distribuição que permite que a varejista estoque milhões de produtos antes de fazer as vendas para depois enviá-los ao consumidor.

Continua depois da publicidade

A varejista também se adiantou à seca da região Norte do país, com forte impacto à produção da Zona Franca de Manaus. “Adiantamos o abastecimento e a logística de entrega para garantir que a seca não afete as vendas, principalmente de televisão e ar-condicionado. Estamos preparados para a demanda”, afirma Eduardo Galanternick, vice-presidente do Magalu, em nota.

Calor esquenta as vendas

A onda de calor registrada no Brasil, com os termômetros marcando acima de 40ºC em diferentes regiões do país, aqueceu as vendas de ar-condicionado.

A empresa informou que as compras dos aparelhos, de 1º a 20 de novembro, triplicaram em relação ao mesmo período do ano passado, de cerca de 13 mil unidades para quase 40 mil unidades neste ano. Também já foram vendidos cerca 200 mil ventiladores no mesmo período, número quatro vezes maior em relação a 2022, quando cerca de 53 mil itens foram vendidos.

Maria Luiza Dourado

Repórter de Finanças do InfoMoney. É formada pela Cásper Líbero e possui especialização em Economia pela Fipe - Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas.