Tive uma Grande Ideia – O que eu Faço Agora?

A inspiração deste artigo vem de muitos contatos que recebo de aspirantes a empreendedores, assim, compilei abaixo as principais dicas para quem quer se tornar um empreendedor, mas ainda não sabe por onde começar:

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

Tive uma Grande Ideia – O que eu Faço Agora?

 

A inspiração deste artigo vem de muitos contatos que recebo de aspirantes a empreendedores, assim, compilei abaixo as principais dicas para quem quer se tornar um empreendedor, mas ainda não sabe por onde começar:

 

1 – Onde encontro um investidor? Não procure um investidor ainda – lembre-se que investidores procuram empreendedores que já tenham demonstrado minimamente sua capacidade de execução, pois isto é mais importante que a ideia em si. Assim, primeiro você deve começar a transformar sua ideia em algo concreto, para que então possa chamar a atenção de investidores.

 

2 – Mas se eu não tenho recursos financeiros como faço? Bom, você deve demonstrar que mesmo não tendo muitos recursos, consegue realizar algo. Lembre-se que o valor do seu negócio estará na sua execução e não na ideia. Existem milhões de boas ideias e muitas repetidas; não se iluda em achar que só você teve esta ideia genial.

 

3 – Como faço então?  Você deve tentar fazer uma poupança com seu trabalho para juntar recursos mínimos para investir na ideia, mesmo que isto signifique abrir mão de outras coisas que gostaria de ter neste momento. Você deve ser o primeiro investidor na sua ideia, pois os investidores querem ter sócios e não “empregados”. Além disto, deve procurar alguém para ser seu sócio empreendedor, que complemente suas competências e conhecimentos, pois se demonstrar que conquistou alguém para trabalhar junto com você, mesmo que ele/ela não ganhe nada no começo além de participação societária, é uma demonstração importante de que seu negócio é atrativo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

4 – Ah, mas tudo isto é muito difícil, juntar dinheiro, arranjar um sócio que trabalhe comigo sem ganhar; o investidor não pode fazer isto por mim? Bom, se o investidor for fazer o seu trabalho, ele não precisaria de você; novamente lembre-se que apenas ter uma boa ideia não significa muita coisa (sei que você pode pensar diferente, mas não se esqueça que milhões de outras pessoas também tem boas ideias). Lembre-se também que empreender não é fácil, pelo contrário, é muito difícil e este será o seu primeiro teste de muitos. Assim, se está com dúvidas se deve ou não empreender, este é o momento certo para pensar bem, pois não poderá ter qualquer receio, uma vez que enfrentará várias outras dificuldades.

 

5 – Ok, e depois que consegui juntar algum dinheiro e arranjar um sócio? Bom, ainda não é o momento de buscar um investidor, antes, você deve executar alguns passos importantes, como: 

    1. Conhecer bem o mercado que irá atuar, incluindo seus concorrentes diretos e indiretos.
    2. Elaborar um protótipo (para produtos) ou prova de conceito (para serviços).
    3. Apresentar este protótipo/prova de conceito para potenciais clientes e tentar captar intenção de contratar os mesmos ou se possível até já fazer vendas iniciais.
    4. Fazer um planejamento das ações que executará, os resultados (qualitativos e quantitativos) que espera obter e os recursos (humanos e financeiros) que precisará.

Se tiver alguma dúvida sobre este post, deixe um comentário que responderei o mais breve.

Cassio Spina