Onde estão as oportunidades? A área da saúde pode ser a resposta

Com um cenário em que 1,6 milhão de brasileiros deixaram de ter plano de saúde em um ano, segundo dados disponíveis na Sala de Situação da Agência Nacional de Saúde Suplementar, e com um sistema de saúde pública que muitas vezes é deficitário isso só pode significar oportunidades para empreendedores.

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

Os resultados da pesquisa sobre o perfil dos investidores anjo no país e perspectivas para o cenário 2016/2017 revelaram, entre outras coisas, que 43% dos investidores anjo entrevistados têm interesse na área da saúde e biotecnologia, superando a área de aplicativos para smartphones que teve 36% de interesse.

Com um cenário em que 1,6 milhão de brasileiros deixaram de ter plano de saúde em um ano, segundo dados disponíveis na Sala de Situação da Agência Nacional de Saúde Suplementar, e com um sistema de saúde pública que muitas vezes é deficitário isso só pode significar oportunidades para empreendedores.

Quando se trata de saúde uma coisa é certa: todo mundo quer um atendimento eficiente e de qualidade. Por conta disso, ideias de impacto e de melhorias na gestão de área de saúde já estão surgindo por aí: Dr. Consulta, Odonto Clinic são apenas dois exemplos. Mas existem alguns pontos relevantes que precisam ser postos em pauta para falar sobre essa nova onda do ecossistema.

O investimento anjo na área da saúde pode ser comparado à formação de um médico, ou seja, não é um investimento de retorno rápido. Questões na área da saúde envolvem questões delicadas e burocráticas que podem tornar o processo mais lento.

Além disso, como em qualquer outra startup, o time é fundamental e deve ser multidisciplinar. Um time precisa sim de um médico, mas não deve ter apenas isso. Pessoas que entendam de vendas, tecnologia e gestão também são extremamente bem vindas e devem ser estimuladas a trabalhar em equipe e devem formar grupo coachable.

Outro aspecto que o investidor anjo e os empreendedores devem levar em conta é a possibilidade de parcerias que podem ser feitas. A indústria farmacêutica, entre outras, é bastante ramificada e cheia de possibilidades. Por ter um alto nível de alcance, essa pode ser uma ferramenta importante tanto para impulsionar o alcance, quanto para reforçar a imagem da empresa.

O fato mais importante é: a saúde brasileira têm muitas necessidades que empreendedores podem se debruçar sobre, quem pode ajudar a tornar tudo isso possível são investidores anjo, impactando de forma positiva os dois lados. 

Cassio Spina