Salário mínimo será mantido em R$ 540 pelo governo Dilma, afirma ministra

Mínimo era de R$ 510 até dezembro. Centrais sindicais e parlamentares devem pressionar governo por um valor de R$ 580

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, afirmou nesta segunda-feira (3) que a intenção do novo governo da presidente Dilma Rousseff é que o salário mínimo permaneça reajustado para R$ 540.

De acordo com a Agência Brasil, a ministra ainda declarou ao assumir o cargo: “A gente sempre pode discutir, mas a decisão está tomada de que o salário mínimo seja de R$ 540”.

Esse valor foi estabelecido por uma Medida Provisória (MP), editada na última quinta-feira (30) e assinada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Até dezembro de 2010, o mínimo era de R$ 510.

Aprenda a investir na bolsa

Salário mínimo de R$ 580
O novo governo deverá ser pressionado por parlamentares para elevar o valor do salário mínimo, o qual já está valendo desde 1º janeiro.

Além disso, o líder do PDT (Partido Democrático Trabalhista) e presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva (SP), prometeu, nesta segunda-feira (3), que vai “encher os corredores da Câmara”, para pressionar os deputados a reverem o valor estabelecido. As centrais sindicais defendem um mínimo de R$ 580.