Conteúdo editorial apoiado por

Como SP venceu Rio, Madri e Barcelona para receber jogo da NFL

CEO da Effect Sport, agência da NFL no Brasil, Pedro Rego Monteiro conta os bastidores da chegada da liga no Brasil na estreia do programa “Negócios do Esporte”

Equipe InfoMoney

Publicidade

“Em agosto do ano passado, recebemos uma ligação da NFL. Eles disseram que o jogo que normalmente ocorre no México não iria acontecer em 2024 e que estavam considerando São Paulo, Rio de Janeiro, Madrid e Barcelona para receber essa partida”. É dessa forma que Pedro Rego Monteiro, CEO da Effect Sport, agência da NFL do Brasil, conta como começou o sonho de o país receber o tão sonhado primeiro jogo da liga de futebol americano no país. Assista toda a conversa com Pedro Rego Monteiro neste link.

A ferramenta que te ajuda a fugir dos investimentos que rendem menos; baixe a sua

A partir daí, se inicia uma série de visitas, viagens e conversas para a definição de qual seria a cidade a sediar a partida. Em dezembro de 2023, foi anunciado que a capital paulista venceu a disputa para receber o jogo em setembro de 2024. “O Rio se interessou, mas São Paulo fez uma proposta que passou muita confiança para a NFL de que a liga estaria bem abraçada aqui no Brasil”, afirmou Monteiro na estreia do “Negócios do Esporte”, novo programa do InfoMoney sobre a influência do setor nos negócios e nos mercados. Assista a esse e outros trechos da conversa com Pedro Rego Monteiro neste link.

Continua depois da publicidade

Segundo o CEO da Effect Sport, a Prefeitura de São Paulo está colocando US$ 5 milhões de investimento direto no jogo no estádio do Corinthians, além de investimentos indiretos, como uma fan fest, e outros intangíveis, como o estímulo da prática do flag football, uma versão com menos contato físico do futebol americano, em escolas municipais. Segundo Monteiro, a prefeitura espera que o jogo deixe US$ 60 milhões na economia paulistana.

Por que o Brasil?

Além da proposta de São Paulo, outro grande fator para a liga de futebol americano escolher o Brasil foi a paixão do torcedor brasileiro pelo esporte. “A NFL está interessada em se conectar com essa vibração. É um showcase de São Paulo e do Brasil. É uma vitrine bacana para nós”, diz Monteiro.

Para o CEO da Effect, a partida entre Green Bay Packers e Philadelphia Eagles deve ser marcante para fãs da liga no mundo todo – e especialmente para os brasileiros: “É o primeiro jogo de sexta à noite da NFL em mais de 50 anos. É um jogo único, no segundo dia de temporada, em horário nobre, a audiência nos EUA deve ser enorme. Os estão entre os times mais populares do Brasil. O Packers é o mais popular, e o Eagles está entre os seis mais populares. É o cenário perfeito”.

Continua depois da publicidade

Para assistir a esses e outros trechos da conversa com Pedro Rego Monteiro, assista à entrevista completa no player acima.