Em ultimas-noticias

“Vender o Brasil lá fora não é fácil”, afirma consultor de investimentos hoteleiros

Regras macroeconômicas do país dificultam a vinda de investidores estrangeiros para cá, diz José Marino, CEO da BSH International, que foi entrevistado por Ricardo Reis no programa Mercado Imobiliário, na InfoMoney TV

SÃO PAULO - A hotelaria é um dos poucos modelos de negócio em que o proprietário pode modificar suas tarifas diariamente — para cima ou para baixo —, de acordo com fatores como demanda, inflação e concorrência. Isso em qualquer parte do mundo, menos no Brasil.

Quem sustenta a afirmação é José Marino, CEO da BSH International, consultoria de investimentos hoteleiros responsável pela inserção de, aproximadamente, R$ 5 bilhões no mercado brasileiro.

Marino foi o convidado da mais recente edição do programa quinzenal Mercado Imobiliário, com apresentação do incorporador Ricardo Reis, na InfoMoney TV.

De acordo com o consultor de investimentos hoteleiros — responsável por trazer ao Brasil redes como Meliá, Sonesta, Howard Johnson e Tivoli —, “vender o Brasil lá fora não é fácil”, porque, diferentemente do que ocorre em outros países, as regras macroeconômicas, aqui, são muito diferentes, causando impactos negativos nesse tipo de negócio.

Assista, abaixo, ao programa Mercado Imobiliário completo. E, se quiser saber como fazer dinheiro neste setor, conheça o curso Lucre com Imóveis, de Ricardo Reis, que tem mais de 30 anos de experiência na área.

 

Tudo sobre:  Imóveis   Hotel  

Contato