Stock Pickers

IPOs: como encontrar a nova Localiza e fugir da próxima OGX

Entre micos e pérolas, como encontrar os melhores empresas que você não conhecia por dentro?

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

De janeiro de 2020 até hoje, o investidor brasileiro ganhou mais 17 ações para escolher no cardápio da B3.

O crescimento no número de papéis é o maior desde 2007, quando cerca de 50 companhias colocaram suas ações no mercado. Muitos deram certo para o investidor, outros nem tanto.

Olhando para o passado, temos exemplos como o da Localiza, que abriu seu capital valendo o equivalente a R$ 1,33, e hoje fechou a R$ 52,82; e o da OGX que em 2008 fez o maior IPO do Brasil, teve suas ações cotadas as R$ 1.131, e hoje não vale nada.

Do começo do ano para cá, construtoras, varejistas, fabricantes de roupas e outras empresas dos mais diversos setores chegaram ao mercado. No meio de tantas ofertas como encontrar outra Localiza e como fugir da próxima OGX?

Quer receber a Newsletter do Stock Pickers? Preencha o campo abaixo com seu nome e seu melhor email

É isso que os convidados do Stock Pickers desta semana vão responder. O primeiro deles é Gustavo Daibert, da Bahia, que tem R$ 18 bilhões sob gestão, estudou a maioria das ofertas e entrou em algumas.

O segundo, representando as pessoas físicas, é João Sandrini, ex-editor-chefe do InfoMoney e investidor que encontrou uma maneira inteligente de ganhar dinheiro com um dos IPOs mais bem-sucedidos dos últimos anos.

Para ouvir como eles separam as pérolas do micos, clique no play.