Vice-presidente do BoJ assume a liderança do órgão japonês

Masaaki Shirakawa assume como presidente interino, até que o governo indique e aprove um novo nome para o cargo

SÃO PAULO – O vice-presidente do BoJ (Banco Central Japonês), Masaaki Shirakawa, assumiu, nesta quarta-feira (19), a presidência do órgão, até que um novo líder seja indicado pelo governo e aprovado.

Shirakawa assumiu após a saída de Toshihiko Fukui, cujo prazo de governo no Banco terminou também nesta quarta-feira (19).

Governo x Oposição

A nomeação do vice-presidente se tornou necessária após a rejeição, pela oposição, aos nomes sugeridos pelo governo japonês, de Toshiro Muto e Koji Tanami.

PUBLICIDADE

A candidatura de ambos foi rejeitada com a justificativa de que eles poderiam colocar em risco a independência do órgão.

No Japão, para que um presidente do BoJ seja eleito, sua nomeação deve ser aprovada tanto pela Câmera Baixa, quanto pela Alta, sendo que a primeira possui maioria dos membros aliados ao governo, e a segunda tem maioria da oposição.