Sem dinheiro

‘Todos estão reclamando, até eu estou chorando’, diz Bolsonaro sobre Orçamento

Bolsonaro disse que a situação é reflexo de "irresponsabilidade" de gestões passadas. "Eu sabia disso, não estou chorando, não."

arrow_forwardMais sobre
(Agência Brasil)

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou que até ele está “chorando” pela falta de recursos previstos para o Orçamento de 2020, que será enviado pelo governo ao Congresso nesta sexta-feira, 30.

“Todos estão reclamando, até eu estou chorando”, disse o presidente na saída do Palácio da Alvorada, pela manhã.

Às vésperas do envio da proposta ao Legislativo, o jornal O Estado de S. Paulo mostrou que o ministro da Economia, Paulo Guedes, recebeu alertas de ministérios de que os recursos previstos são insuficientes e podem comprometer a compra de livros escolares, pagamentos de bolsas de estudo e entrega gratuita de medicamentos, entre outros serviços.

“Eu falei para o Paulo Guedes, o meu ministério, eu adotei um ministério, o da Defesa, mesmo eu adotando o da Defesa está difícil para mim, está apertado”, reclamou o presidente.

Bolsonaro disse que a situação é reflexo de “irresponsabilidade” de gestões passadas. “Eu sabia disso, não estou chorando, não.”

Insira seu email abaixo e receba com exclusividade o Barômetro do Poder, um estudo mensal do InfoMoney com avaliações e projeções das principais casas de análise política do país:

[hubspot formid=”d8e08d8d-2903-4e66-a4a4-1e6812a093f0″]