Política

Sessão da CMO é aberta, mas suspensa para tentativa de acordo sobre crédito extra

O líder da minoria disse que a oposição concorda em votar o crédito, desde que o governo se comprometa com investimentos de R$ 10 bilhões para o programa Minha Casa, Minha Vida, universidades e outras áreas

arrow_forwardMais sobre

A sessão da Comissão Mista de Orçamento (CMO) foi aberta no fim da manhã desta terça-feira, 11, mas suspensa logo em seguida para uma tentativa de acordo em torno do crédito suplementar de R$ 248,9 bilhões que está para ser votado.

O líder da minoria no Congresso, Carlos Zarattini (PT-SP), afirmou que a oposição concorda em votar o crédito, desde que o governo se comprometa com investimentos na ordem de R$ 10 bilhões para o programa Minha Casa, Minha Vida, universidades e outras áreas.

Na segunda-feira, 10, o relator do projeto na CMO, Hildo Rocha (MDB-MA), anunciou um acordo para votar o crédito com a posterior liberação de R$ 2,8 bilhões adicionais para o Minha Casa, Minha Vida, para a conclusão de obras no São Francisco e para a Defesa Civil, ações com as quais os parlamentares podem “faturar” politicamente.

PUBLICIDADE

A oposição concordaria com a sinalização. “Não somos assim tão radicais. Apresentamos um pleito, vamos negociar em cima desse pleito”, disse Zarattini.

O presidente da CMO, Marcelo Castro (MDB-PI), garantiu que o projeto será votado nesta terça-feira no colegiado. “Já, já”, declarou, após suspender a sessão e entrar em uma reunião a portas fechadas com integrantes da comissão.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos