Revista norte-americana Time inclui Dilma em lista de 100 mais influentes de 2011

Presidente divide espaço com Mark Zuckerberg, Joseph Stiglitz, Trichet e o casal Obama, e tem perfil escrito por Michelle Bachelet

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A presidente Dilma Rousseff entrou na edição 2011 da lista de 100 pessoas mais influentes da revista norte-americana Time. A primeira presidente mulher do País divide espaço com personalidades como Mark Zuckerberg, criador do Facebook, Julian Assange, da Wikileaks, Joseph Stiglitz, o casal Obama, Angela Merkel, Nicolas Sarkozy, e Jean-Claude Trichet.

O perfil de Dilma, escrito pela ex-governante chilena, Michelle Bachelet, se foca exatamente neste ponto: os desafios de uma mulher à frente de um país. Segundo Michelle Bachelet, além dos estereótipos, um país emergente traz desafios à parte. “Quando as sociedades começam a ver a luz do desenvolvimento no final do túnel, há uma onda de otimismo e entusiasmo, mas os desafios se tornam mais complexos. É é ainda mais difícil governar um país tão grande e relevante como o Brasil”, diz a ex-presidente.

Michelle destaca ainda o momento único da história brasileira, que requer “um líder com sólida experiência e ideais firmes” – o que Dilma, em sua visão, oferece plenamente. A ex-governante chilena também aponta as experiências de Dilma durante a ditadura e sua dedicação aos direitos da mulher e à construção de uma alternativa democrática para o desenvolvimento.

Aprenda a investir na bolsa

Cabe dizer que, em 2010, o ex-presidente Lula também foi incluído na lista.