Presidente da CPI mista pode encerrar os trabalhos após reunião nesta terça-feira

Marisa Serrano agendou votação de requerimentos; caso não sejam aprovados, ameaça encerrar investigações

SÃO PAULO – A reunião da CPI mista dos cartões corporativos desta terça-feira (15) poderá selar o fim da comissão ou ocasionar a saída da Senadora Marisa Serrano (PSDB) de seu comando.

A presidente da comissão formada por deputados e senadores declarou que, caso os requerimentos sejam derrubados em votação, ou o relator apresentará o relatório final ou a senadora deixará a CPI mista.

Maior equilíbrio no Senado

A oposição pretende esvaziar as investigações da comissão mista em benefício da nova comissão exclusiva do Senado, em que se espera maior equilíbrio das forças políticas. Embora já criada, esta será instalada somente após a indicação de seus membros pelas lideranças dos partidos.

PUBLICIDADE

A votação do relatório final precipitaria o fim da Comissão mista, provocando reações de parlamentares da base aliada ao governo, que então apresentaram 18 requerimentos para investigações sobre gastos durante o governo FHC, incluindo a convocação do ex-ministro do desenvolvimento agrário Raul Jungmann.