Política: reforma tributária e orçamento são destaques da semana

Santander classificou reforma como "tímida demais" e "pouco ambiciosa"; votação do orçamento também em foco

SÃO PAULO – Em relatório destacando os fatos políticos desta semana, o Santander comentou a nova proposta de reforma tributária e a votação e aprovação do orçamento de 2008.

Comentando os principais pontos da proposta de reforma tributária, a classificaram como “tímida demais” e “pouco ambiciosa”. Para eles, a criação do IVA federal em substituição do PIC-Cofins e as reduções previstas na folha salarial das empresas não são suficientes.

Segundo o comentário, as chances de aprovação da reforma tributária no médio prazo “são mínimas”, frente ao clima político e ao ano de eleições.

Orçamento pode ser aprovado nesta semana

PUBLICIDADE

Para eles, as expectativas de progresso são baixas, visto que quase todas luzes têm se voltado para a “CPI dos Cartões Corporativos”. No momento, o único ponto principal da agenda diz respeito à possível votação do relatório final da peça orçamentária de 2008, elaborada pelo deputado José Pimentel (PT-CE).

O orçamento chama a atenção da corretora por conta da promessa do ministro da Fazenda Guido Mantega de cortes na ordem de R$ 20 bilhões, fator que pesa na possibilidade de conceder o investment grade ao Brasil.