Para Dilma, escolha do Rio como sede olímpica mostra reconhecimento do Brasil

Ministra chefe da Casa Civil disse ainda acreditar que o País será uma potência na próxima década, com importante papel no esporte

SÃO PAULO – A escolha da cidade brasileira do Rio de Janeiro para ser a sede dos Jogos Olímpicos de 2016 mostra o reconhecimento internacional do Brasil perante o mundo, além de seu papel de destaque na América Latina.

A afirmação é da ministra da Casa Civil, Dilma Roussef, que assistiu ao anúncio do COI (Comitê Olímpico Internacional) da cidade-sede das Olimpíadas de 2016, em evento realizado no Hotel Copacabana Palace.

“As forças do povo da cidade, do estado, e o fato de o país estar mudando é um sinal dos tempos. Mostra que o país, em definitivo, conquistou um patamar na América Latina, reconhecimento internacional de que, acima dos nossos problemas, os outros países possam ver nossas realizações e nosso potencial”, disse a ministra, conforme publicado pela Agência Brasil.

Recursos

PUBLICIDADE

Ainda segundo Dilma, o Brasil será uma potência na próxima década, com importante papel no esporte.

No que diz respeito à captação de recursos para a realização do projeto olímpico, a ministra reiterou que o governo federal vai aplicar os recursos necessários, que contarão com diversas fontes de financiamentos, entre elas, o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento).

Além disso, disse ela, será criada uma comissão especial no âmbito da CGU (Controladoria Geral da União) para acompanhar a aplicação dos recursos e dar transparência aos gastos.