E contam com Cunha...

Oposição espera emplacar CPI do BNDES após denúncia de tráfico de influência de Lula

O Ministério Público está investigando suposto tráfico de influência do ex-presidente no banco de fomento, de acordo com a revista Época

arrow_forwardMais sobre

Segundo informações dos jornais O Globo e do Estado de S. Paulo, a oposição ao governo de Dilma Rousseff nutre mais esperanças da instalação da CPI do BNDES após as denúncias publicadas no fim da última semana contra Lula pela revista Época. O Ministério Público está investigando suposto tráfico de influência do ex-presidente no banco de fomento, de acordo com a Época.

Com isso, a Câmara, que conseguiu 198 assinaturas para a CPI, acha que a denúncia possa influenciar o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) a instalar a Comissão. 

A Época diz que Lula atuou para ajudar a empreiteira Odebrecht a obter contratos de US$ 4,1 bilhões em projetos financiados pelo banco de fomento em países como Gana, República Dominicana, Venezuela e Cuba.

PUBLICIDADE

No fim de semana, o presidente do instituto Lula, Paulo Okamotto, divulgou nota no Facebook e no site do instituto dizendo que o ex-presidente recebe “dezenas de convites” e que “no caso de atividades profissionais, palestras promovidas por empresas nacionais ou estrangeiras, o ex-presidente é remunerado, como outros ex-presidentes”.

Okamotto afirmou ainda que “todas as viagens do ex-presidente foram divulgadas para a imprensa, mesmo sem ele ter obrigação de fazê-lo, por não ocupar nenhum cargo público desde janeiro de 2011”.