UM BRASIL

“O Brasil sempre terá uma carga tributária alta, porque a sociedade escolheu”, diz Samuel Pessôa

Tamanho e função do Estado na economia brasileira é o tema da entrevista de Samuel Pessôa a UM BRASIL

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Ao longo das últimas décadas, a sociedade brasileira optou por um caminho com Estado mais participativo na construção da cidadania. Para o bem ou para o mal, tal decisão tem seus impactos sobre a estrutura da economia do País. “Não há nada na teoria econômica que diz que um modelo é melhor que outro”, diz o economista e professor Samuel Pessôa em entrevista a UM BRASIL. “Mas evidentemente que, para que a gente financie tudo isso, a carga tributária tem que ser muito alta”, complementa.

“Sempre teremos que ter carga tributária alta, porque a sociedade escolheu um Estado de bem estar social amplo e abrangente, padrão europeu-continental”, explica o especialista. Ele enxerga que tais conceitos estavam presentes nas políticas dos ministros da Fazenda Pedro Malan (governo Fernando Henrique Cardoso) e Antônio Palocci (início do governo Lula) até uma guinada ocorrida na crise de 2008, que fez com que o governo interferisse mais ativamente no funcionamento dos mercados — até então, campo com poucas mudanças visíveis entre as gestões. Pessôa entende que o último governo trouxe um desenvolvimentismo similar ao da gestão Ernesto Geisel e que traz de volta ao centro do debate o papel do Estado na economia do país.

Graduado e mestre em Física pela Universidade de São Paulo, Samuel Pessôa é doutor em Economia pela mesma instituição. Hoje, atua como professor da Fundação Getulio Vargas do Rio de Janeiro, é chefe do Centro de Crescimento Econômico do Instituto Brasileiro de Economia (IBRE/FGV) e editor da revista “Pesquisa e Planejamento Econômico”. Entre suas especialidades estão os temas relacionados a crescimento, flutuações e planejamento econômico.

Aprenda a investir na bolsa

Assista à íntegra do programa:

Nova parceira do InfoMoney, UM BRASIL é uma plataforma multimídia com mais de 100 entrevistas com grandes nomes dos meios acadêmico, intelectual e empresarial. O objetivo é promover uma entrevista gravada por semana na InfoMoneyTV e também entrevistas ao vivo com grandes personalidades do País. Os programas acontecem às quartas-feiras, a partir das 14h (horário de Brasília).