MERCADOS AO VIVO Índice Dow Jones ultrapassa os 30 mil pontos pela primeira vez na história

Índice Dow Jones ultrapassa os 30 mil pontos pela primeira vez na história

Reformas

Não sou Fittipaldi, mas nem Barrichello, diz deputado sobre tramitação da reforma Previdência

De acordo com o deputado, a ideia é que o relatório seja concluído até o fim de março para ser votado em seguida

Aprenda a investir na bolsa

O presidente da comissão especial da reforma da Previdência, deputado Carlos Marun (PMDB-MS), afirmou nesta quarta-feira, 8, que vai conduzir as discussões de forma “serena”, mas ao mesmo tempo “firme e metódica” para que os trabalhos sejam concluídos “o mais rápido possível”. Ele negou, contudo, que tenha sido nomeado para o posto com o objetivo de acelerar a tramitação da PEC.

“Alguém ouviu falar que eu sou por acaso o Fittipaldi para acelerar? Também não sou Barrichello, que é um grande piloto, mas não sou eu nenhum acelerador”, disse Marun, em referência a Emerson Fittipaldi, um dos pilotos brasileiros mais vitoriosos da Fórmula 1, e Rubens Barrichello, piloto que constantemente era alvo de piadas pela suposta “lentidão” nas pistas.

De acordo com o deputado, a ideia é que o relatório seja concluído até o fim de março para ser votado em seguida. A comissão especial que analisará o texto enviado pelo Executivo foi criada ontem e inicia os trabalhos amanhã. O peemedebista afirma que a meta de aprovar a reforma no Congresso no primeiro semestre tem condições de ser cumprida.

Aprenda a investir na bolsa

“A economia depende desse ajuste, o Brasil precisa voltar a crescer”, disse Marun após deixar uma reunião com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. Segundo o deputado, o ministro salientou que a aprovação da PEC seria muito positiva, pois contribuiria para a “continuação da retomada que o Brasil está vivendo”.

“A proposta é boa. Obviamente não ficaremos lá somente como carimbador de projeto, vamos analisar, mas tenho conversado com parlamentares, existe a consciência sobre a necessidade da reforma. Deve receber alguns aprimoramentos, mas não cabe a mim dizer quais”, afirmou Marun.

A visita ao ministro Meirelles, segundo o peemedebista, já estava agendada antes de ele ser indicado para a presidência da comissão especial no último fim de semana, após a desistência de Sergio Zveiter (PMDB-RJ). O deputado disse que apresentou planos para a retomada do setor da construção, como a reativação de mais de mil obras em municípios cujo valor seja de até R$ 10 milhões e a criação de um programa de moradias para municípios com menos de 250 mil habitantes.