Disputa na estatal

“Não há vencedores nem vencidos”, diz Lira após renúncia de CEO da Petrobras

Pelo Twitter, presidente da Câmara dos Deputados diz que “a ganância não está acima do povo brasileiro”

Por  Reuters -

BRASÍLIA – Horas após a renúncia do presidente da Petrobras, José Mauro Coelho, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou nesta segunda-feira não há vencedores nem vencidos e que a hora é de humildade por parte de todos.

“Não há o que comemorar nos fatos recentes envolvendo a Petrobras. Não há vencedores, nem vencidos. Há só o drama do povo, dos vulneráveis e a urgência para a questão dos combustíveis”, disse.

“A hora é de humildade por parte de todos, hora de todos pensarem em todos e de todos pensarem em cada um. A intransigência não é o melhor caminho. Mas não a admitiremos. A ganância não está acima do povo brasileiro”, emendou ele, em publicações no Twitter.

Na sexta-feira passada, logo após a estatal anunciar um novo aumento nos preços da gasolina e do diesel, Lira defendeu a renúncia imediata de Mauro Coelho do cargo ao argumentar que ele não representava o acionista majoritário da empresa –a União– e o acusar de trabalhar contra o povo brasileiro.

Compartilhe