STOCK PICKERS Pedro Chermont e Hulisses Dias falam sobre as lições de Warren Buffett que podemos aplicar nesta crise; assista

Pedro Chermont e Hulisses Dias falam sobre as lições de Warren Buffett que podemos aplicar nesta crise; assista

Lava Jato

Moro decide adiar depoimento de Lula que ocorreria dia 3 de maio, diz jornal

À pedido da PF, Sergio Moro deve adiar depoimento do ex-presidente do dia 3 para 10 de maio, segundo informações da Folha de S. Paulo

SÃO PAULO – Previsto para ocorrer na próxima semana, o juiz federal Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, decidiu mudar a data do depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, segundo informações do jornal Folha de S. Paulo desta segunda-feira (24). 

Conforme apurou o jornal, a mudança ocorre à pedido da Polícia Federal, que pediu mais tempo para organizar a segurança no local e que o feriado do Dia do Trabalho, dia 1º de maio, dificultaria ainda mais a operação. Com isso, Moro deve adiar o depoimento do petista do dia 3 de maio para 10 de maio. 

O PT e movimentos alinhados ao partido preparavam forte mobilização em apoio ao ex-presidente. O movimento “Ocupa Curitiba”, organizado pela Frente Brasil Popular, pretendia reunir 50 mil pessoas em Curitiba para apoiar Lula durante o depoimento. 

PUBLICIDADE

Em entrevista à Rádio Metrópole de Salvador, dia 13 de abril, Lula disse que via o dia 3 de maio como uma “oportunidade” para ouvir as acusações das quais é vítima e para responder com “muita tranquilidade”. “Eu estou muito tranquilo porque desafio qualquer empresário a dizer que o Lula pediu R$ 10 a ele. Se alguém pediu em nome, essa pessoa tem que ser presa, porque eu nunca autorizei ninguém a pedir uma coisa dessas”, disse o ex-presidente na ocasião (veja aqui).