Ministério de Finanças do Japão irá propor aumento no orçamento

Orçamento para ano fiscal de 2008 deverá ser proposto nesta quinta-feira (20) e prevê gastos de 83,06 trilhões de ienes

SÃO PAULO – O ministro de Finanças do Japão, Fukushiro Nukaga, afirmou nesta quarta-feira (19), que irá propor ao governo um novo orçamento para o ano fiscal de 2008, que totalize 83,06 trilhões de ienes.

O número é maior que o orçamento de 2007, que previa o gasto de 82,91 trilhões de ienes. A proposta deve ser feita nessa quinta-feira (20).

Esse será o segundo crescimento consecutivo nas contas do ministério e representa o segundo maior gasto desde o ano fiscal de 2000, quando foram previstos 84,99 trilhões de ienes.

Aumento no déficit

PUBLICIDADE

Apesar dos esforços do governo para diminuir a dívida recente, espera-se que o déficit nacional fique ao redor de 5,2 trilhões de ienes em 2008, número maior que os resultados de 2007, cujo ano fiscal terminou com 4,4 trilhões de ienes de déficit, o que marca a primeira deterioração em cinco anos.

De acordo com Nukaga, o ministério pretende gastar 47,28 trilhões de ienes em despesas gerais e políticas fundamentais em 2008, número também maior que o gasto em 2007, de 46,98 trilhões de ienes.

Espera-se que as receitas fiscais alcancem 53,55 trilhões de ienes em 2008, arrecadação ligeiramente maior que os 53,47 trilhões de ienes de 2007. O ministério também irá propor aumento na arrecadação com os impostos locais, de 14,93 para 15,61 trilhões de ienes.