Fiscal

Menezes da Silva: Pela 1ª vez, governo vai entregar gasto menor do que recebeu

Secretário destacou que as despesas, que somavam 19,3% do PIB em 2018, recuarão para 18,4% neste ano

Por  Estadão Conteúdo -

O secretário adjunto da Secretaria Especial do Tesouro e Orçamento, Júlio Alexandre Menezes da Silva, disse nesta segunda-feira, 23, que, pela primeira vez, um governo terminará o mandato entregando despesas, como proporção do Produto Interno Bruto (PIB), menores do que recebeu.

Durante participação em seminário sobre a qualidade dos gastos públicos, o secretário destacou que as despesas, que somavam 19,3% do PIB em 2018, recuarão para 18,4% neste ano.

“Será a primeira vez que um governo entrega um gasto menor do que recebeu”, disse Menezes da Silva ao participar do evento, promovido pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

“Dado que enfrentamos uma pandemia, conseguir entregar despesa menor do PIB do que foi recebido parece ser uma boa avaliação da performance do gasto público”, afirmou o secretário, ao responder uma pergunta sobre a qualidade das despesas públicas.

Ele observou que a reforma da Previdência, aprovada no primeiro ano do governo Jair Bolsonaro, impedirá a explosão dos gastos com aposentadorias, ao passo que as despesas com o funcionalismo, após dois anos de congelamento de salários, foram derrubadas ao menor nível da série histórica.

O secretário reconheceu, no entanto, que ainda é preciso avançar em outras frentes, como a revisão dos gastos, para abrir espaço no orçamento a investimentos públicos.

Cadastre-se na IMpulso e receba semanalmente um resumo das notícias que mexem com o seu bolso — de um jeito fácil de entender:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe