Protesto na Fazenda

Manifestantes protestam contra ajuste fiscal em frente ao Ministério da Fazenda

Os participantes ostentam cartazes com os seguintes dizeres: “Contra o retrocesso”, “Contra os juros altos“, "Contra a retirada dos direitos dos trabalhadores” e “Abaixo o Plano Levy”

Manifestantes estão concentradas, em frente ao Ministério da Fazenda, hoje (28), pela manhã, para protestar contra as medidas de ajuste fiscal estabelecidas pelo governo. O ato foi convocado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT). Segundo a CUT, há três mil pessoas no local. A Polícia Militar calcula em 300 o número de participantes.

Os participantes ostentam cartazes com os seguintes dizeres: “Contra o retrocesso”, “Contra os juros altos“, “Contra a retirada dos direitos dos trabalhadores” e “Abaixo o Plano Levy”.

A CUT informou que o protesto ocorre hoje (28) por ser a data do início da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), que define a nova taxa básica de juros (Selic) da economia. A reunião do Copom terá prosseguimento amanhã (29). Os manifestantes planejam, à tarde, sair da área em frente ao Ministério da Fazenda e seguir até o Palácio do Buriti, sede do Governo do Distrito Federal.

PUBLICIDADE