Lula sinaliza revisão para baixo no corte de orçamento caso a arrecadação aumente

Presidente desconversou quanto a impacto negativo da redução do IPI na arrecadação, considerada ruim neste início de ano

SÃO PAULO – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sinalizou nesta terça-feira (1) a possibilidade do governo revisar o corte de R$ 10 bilhões no orçamento, caso a arrecadação de impostos surpreenda nos próximos meses.

Em evento da Volkswagen, em São Bernardo do Campo (SP), o presidente afirmou que, para os ministros, é clara a ideia de que a proposta de orçamento aprovada na Câmara está subordinada à arrecadação, que teve desempenho ruim no início do ano.

Embora tenha admitido que o corte de gastos é grande, Lula afirmou que o Ministério da Fazenda defendia uma redução ainda maior. Questionado quanto à relação entre a queda na arrecadação e a redução na alíquota de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), o presidente preferiu se esquivar. “Precisávamos reduzir o tributo para recuperar a economia. Deu certo, agora vamos ver o que vai acontecer”, afirmou.