Lula nomeia secretário-adjunto para ocupar cargo deixado por Matilde Ribeiro

Denúncias sobre uso indevido de cartões corporativos trazem mudanças por parte do governo federal

SÃO PAULO – Segundo decreto publicado nesta quarta-feira (6) pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o cargo deixado por Matilde Ribeiro na Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial será ocupado pelo secretário-adjunto, Martvs Antonio Alves das Chagas.

No decreto, o presidente exonera a ex-ministra do cargo, segundo Lula, a pedido dela, e ainda declarou que o secretário-adjunto não será prejudicado na atuação do seu atual cargo, mas comandará interinamente a secretaria especial.

A ex ministra, Matilde Ribeiro, anunciou sua saída da secretaria após ser acusada de uso indevido dos cartões de crédito do governo em benefício próprio, somando despesas que chegaram a R$ 171 mil.

Restrições ao uso de cartões

PUBLICIDADE

As acusações que pesaram sobre Matilde repercutiram uma restrição do governo federal sobre os gastos com cartões corporativos, restringindo saques com os cartões para pagamentos de despesas, salvo os órgãos essenciais da Presidência da República.