Japão adia pacote de US$ 80 bilhões após ministro avaliar medida como insuficiente

Shizuka Kamei pede aumento do pacote de ajuda aos mercados para US$ 90 bilhões; votação deve ocorrer na segunda-feira

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O governo japonês adiou a divulgação do novo pacote de estímulos econômicos avaliado em ¥ 7,1 trilhões (US$ 80,5 bilhões), após o ministro Shizuka Kamei, responsável por regular o setor bancário do país, rejeitar a proposta do partido democrata.

Na visão do ministro, o montante destinado é insuficiente para atender a demanda do setor financeiro. Para ele, seria necessário um pacote de, pelo menos, ¥ 8 trilhões, ou US$ 90 bilhões.

Um porta-voz do PNP (People New Party), partido de Kamei, revelou que a decisão será votada mais tarde, sendo mais provável na próxima segunda-feira (7).

Pacote

Aprenda a investir na bolsa

A estrutura do programa é divida em duas partes. A primeira visa elevar a liquidez de imediato, injetando no sistema mais de ¥ 4 trilhões. Após este movimento, o restante será em emissões de títulos do governo.