Indicação de Galípolo para a presidência do BC será anunciada em agosto, diz jornal

A data teria sido sugerida pelo atual presidente do BC, Roberto Campos Neto, para garantir uma melhor transição no comando da autarquia

Equipe InfoMoney

O secretário-executivo do Ministerio da Fazenda, Gabriel Galípolo (Foto: Washington Costa/MF)
O secretário-executivo do Ministerio da Fazenda, Gabriel Galípolo (Foto: Washington Costa/MF)

Publicidade

Gabriel Galípolo deverá ser a escolha do presidente Lula para a presidência do Banco Central, informou neste domingo (7) a coluna do Lauro Jardim, em O Globo. Segundo a matéria, o anúncio está previsto para agosto.

A data teria sido sugerida pelo atual presidente do BC, Roberto Campos Neto. A justificativa seria uma melhor transição para o comando da autarquia. “Se o anúncio fosse feito com antecedência demasiada o poder no BC ficaria dividido muito antes do fim do mandato; se fosse no fim do ano, dificultaria uma boa transição”.

Aprenda a receber até 200% acima da poupança tradicional sem abrir mão da simplicidade e da segurança 

Continua depois da publicidade

Atualmente, Galípolo é diretor de Política Monetária do BC e já era considerado a principal opção do governo federal para substituir Campos Neto.

Em maio, um levantamento feito pelo InfoMoney com consultorias e analistas apontou que 91% dos respondentes apostavam no nome de Galípolo como futuro presidente do BC. Na segunda opção aparecia Paulo Picchetti, que tomou posse como diretor de Assuntos Internacionais e de Gestão de Riscos Corporativos no início do ano, com 9%.

Naquele momento, o timing já era uma preocupação para os agentes de mercado. Para a maioria (73%), a indicação deveria ser formalizada a partir de outubro. Outros 27% apostavam em uma antecipação do anúncio para o terceiro trimestre.