Ibope: preocupação com preços baixos caracteriza o consumidor brasileiro

Pesquisa feita na América Latina aponta o brasileiro com um dos mais preocupados em procurar por boas ofertas

SÃO PAULO – O consumidor brasileiro, considerados os três pilares do consumo – imagem, planejamento e novidade -, se diferencia dos demais, na América Latina, por demonstrar maior preocupação com a procura por melhores preços e novos produtos e marcas.

A constatação é embasada por pesquisa realizada pelo Ibope Mídia, que avaliou o comportamento de compra nos países latino-americanos. Com base nos pilares estabelecidos, frases foram apresentadas aos entrevistados, que manifestaram maior ou menor grau de concordância com o que era afirmado.

De olho em preços e marcas

Enquanto consumidores de países como Venezuela, Paraguai, Chile, Equador e México demonstraram ser mais influenciados pela imagem, os brasileiros afirmam que estão “sempre buscando ofertas especiais”. A preocupação assemelha os brasileiros aos consumidores da Argentina, que também afirmam procurar preços mais baixos quando vão às compras.

PUBLICIDADE

No Brasil, aponta a pesquisa, constante é a busca por novidades e melhores opções. “Mudo de marcas freqüentemente” foi a expressão que definiu o perfil do brasileiro nesse aspecto.

Entretanto, quando a comparação envolve apenas o território nacional, observa-se que o critério das marcas não é totalmente irrelevante, pois os consumidores procuram por elas nos rótulos dos produtos que pretendem comprar. A pesquisa do Ibope aponta os consumidores do Rio de Janeiro como os mais fiéis aos produtos que compram costumeiramente.

De um modo geral, esta preocupação com a marca do produto, segundo os brasileiros entrevistados, ocorre mais em função da qualidade que do status. A maioria dos participantes afirma que não procuram marcas para se sentirem parte de um grupo, mas por acreditarem que produtos mais conhecidos são geralmente melhores.

Um “porém”

Depois de pontos positivos como a busca pelos melhores preços, há um demérito: o consumidor brasileiro demonstra dificuldades para controlar suas compras. “Constantemente compro produtos por impulso” é a frase marcante para o comportamento do brasileiro quanto ao planejamento de seus gastos.