Por telefone

Haddad liga para Lula após condenação e ex-presidente deixa bem claro que “lutará pela honra até o fim”

"Falei com o presidente Lula ao telefone para prestar solidariedade e ele me respondeu com confiança", disse o ex-prefeito de São Paulo

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Assim como outros partidários, Fernando Haddad se solidarizou com Lula após a condenação de 9 anos e meio de prisão pelos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção passiva emitida em primeira instância por Sérgio Moro. Haddad, que foi ministro de Educação do governo Lula, afirmou que conversou com o ex-presidente na noite da última quarta-feira (12) por telefone e afirmou que ele “lutará pela honra”.

“Falei com o presidente Lula ao telefone para prestar solidariedade e ele me respondeu com a confiança de sempre que lutará pela honra até o fim”, escreveu o ex-prefeito de São Paulo em sua conta oficial do Twitter.

Na mesma linha, a ex-presidente, Dilma Rousseff, afirmou que a condenação foi sem provas e “fere profundamente a democracia”. Segunda ela, Lula está sendo perseguido e garantiu: “as garras dos golpistas tentam rasgar a história de um herói do povo brasileiro. Não conseguirão”.

Aprenda a investir na bolsa