Haddad diz que terá conta para ampliar isenção do IR até o fim de janeiro

Ideia do governo é que quem ganha até 2 salários mínimos por mês não tenha que pagar Imposto de Renda

Marcos Mortari

Haddad concede entrevista coletiva à imprensa sobre o programa Desenrola ( Diogo Zacarias)

Publicidade

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT), afirmou, nesta terça-feira (23), que, até o fim de janeiro, a equipe econômica vai ter as contas referentes à atualização da faixa de isenção do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF).

Ontem, em entrevista ao programa Roda Viva, Haddad havia dito que o governo faria uma nova revisão da faixa, atualmente em R$ 2.640, de modo a acompanhar o aumento concedido no salário mínimo, que foi de R$ 1.302 para R$ 1.320 mensais em 2024.

O movimento foi confirmado nesta manhã pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que disse que a isenção valerá para ganhos mensais de até dois salários mínimos.

Oferta Exclusiva para Novos Clientes

Jaqueta XP NFL

Garanta em 3 passos a sua jaqueta e vista a emoção do futebol americano

“Até o final do mês vamos ter essa conta”, disse Haddad em breve conversa com jornalistas no Ministério da Fazenda.

Vale destacar, no entanto, que reajustes na tabela do IRPF geram frustrações de receita, já que mais contribuintes deixam de recolher o imposto cobrado sobre rendimentos. Sendo assim, cabe ao Ministério da Fazenda estimar a perda de arrecadação e apontar fontes alternativas que compensem tal efeito.

No ano passado, quando editou medida provisória atualizando a faixa de isenção pela primeira vez em 8 anos, o governo Lula apontou como fonte compensatória a mudança nas regras de tributação para aplicações financeiras mantidas no exterior.

Newsletter

Infomorning

Receba no seu e-mail logo pela manhã as notícias que vão mexer com os mercados, com os seus investimentos e o seu bolso durante o dia

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Marcos Mortari

Responsável pela cobertura de política do InfoMoney, coordena o levantamento Barômetro do Poder, apresenta o programa Conexão Brasília e o podcast Frequência Política.