Governo federal vai adiar dívida do RS com a União por 3 anos, diz jornal

Estima-se que a medida gere um alívio de R$ 11 bilhões nas contas do governo gaúcho

Equipe InfoMoney

Pessoas tentam passar por área alagada em Encantado, no Rio Grande do Sul (REUTERS/Diego Vara)

Publicidade

O governo federal vai anunciar nesta segunda (13) a suspensão da dívida do Rio Grande do Sul com a União por três anos, a partir deste mês de maio. A informação é do jornal O Globo. Estima-se que a medida gere um alívio de R$ 11 bilhões nas contas do governo gaúcho.

O estado sofre com os efeitos das fortes chuvas que caem nas cidades gaúchas desde o fim de abril, causando a morte de pelo menos 140 pessoas, o alagamento de cidades inteiras e a evacuação de milhares de pessoas de suas casas.

O benefício, que deve ser assinado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nesta tarde, também deve ser estendido para os municípios em situação de calamidade pública que têm dívida com o governo federal.

Continua depois da publicidade

Durante esses três anos, a taxa de juros cobrada sobre as parcelas vai cair para zero, para que a dívida do estado não aumente.

Segundo o jornal, o dinheiro economizado pelo governo gaúcho deverá ser totalmente destinado para um fundo que irá financiar ações de auxílio às vítimas da enchente e na reconstrução das cidades. A proposta do governo ainda vai precisar ser aprovada pelo Congresso.