AO VIVO Analisando ações: como fazer trades se você tem pouco tempo para operar

Analisando ações: como fazer trades se você tem pouco tempo para operar

Sem votos

Governo Temer faz contas e descobre não ter votos para barrar denúncia em comissão

Segundo a Folha, o mapa de votos revela que há risco significativo de traição a Temer nos partidos da base aliada

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, contas preliminares feitas pelos articuladores do presidente Michel Temer na Câmara dos Deputados mostram que o Palácio do Planalto ainda não tem os votos necessários para derrotar na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) a denúncia de corrupção feita pelo procurador-geral Rodrigo Janot contra o peemedebista. 

A reportagem cita mapas de votação feitos por líderes governistas: Temer teria apenas 30 votos assegurados a seu favor entre os 66 integrantes da comissão. 21 deputados têm demonstrado insatisfação com o Planalto e ameaçam se posicionar contra ele. São necessários 34 votos para garantir que a CCJ recomende  o arquivamento da denúncia; depois, a votação segue para o plenário.  De acordo com o jornal, a meta do governo é ter pelo menos 40 votos, dando uma margem de segurança para obter um relatório favorável contra a denúncia.

Ao partir de um placar já desfavorável, auxiliares de Temer creem que a prisão do ex-ministro Geddel Vieira Lima, que foi braço-direito de Temer no governo, pode dificultar o trabalho de convencimento dos deputados indecisos, uma vez que contaminaria os debates na Comissão. 

Aprenda a investir na bolsa

O mapa de votos revela que há risco significativo de traição a Temer nos partidos da base aliada, que detêm cargos no governo. Como exemplo, ao menos 5 dos 7 integrantes da CCJ indicados pelo PSDB devem votar contra o presidente.