Governo

Governo escolhe Marcelo Calero como novo Secretário de Cultura

O convite a Calero representa um recuo na iniciativa de colocar uma mulher na chefia do órgão. Nos últimos dias o governo interino sondou diversas, mas foi recusado por todas

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Após longas tentativas de escolher uma mulher para o cargo, o presidente em exercício Michel Temer escolheou o atual Secretário Municipal de Cultura do Rio, Marcelo Calero, para ser o novo Secretário Nacional de Cultura. De acordo com a Folha de S. Paulo, ele foi convidado na noite da última terça-feira (17) e, em seguida, informou o prefeito Eduardo Paes (PMDB) sobre sua intenção de aceitar o cargo.

Já a jornalista Andréia Sadi, da Globo News, afirmou que a confirmação ocorrerá na tarde de hoje. Calero assume em meio a uma revolta da classe artística contra a extinção do Ministério da Cultura e sua integração ao MEC (Ministério da Educação e Cultura). O convite a Calero representa um recuo na iniciativa de colocar uma mulher na chefia do órgão. Nos últimos dias o governo interino sondou diversas, mas foi recusado por todas.

Formado em Direito pela Uerj, Calero começou a carreira jurídica numa empresa de telefonia móvel. Em 2005, assumiu o primeiro cargo público, na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), indo para a Petrobras no ano seguinte.

Aprenda a investir na bolsa

Em 2007, passou a se dedicar à carreira diplomática e atuou no Departamento de Energia do Itamaraty e na Embaixada do Brasil no México. Ingressou, em 2013, na Prefeitura do Rio, onde trabalhou na assessoria internacional até presidir o Comitê Rio 450.